JORNAL CIDADE EM FOCO AZ: Combate a Dengue - Receita Caseira (segundo populares funciona)

notícias do Brasil e do Mundo

DRTV - RADIO ON LINE AO VIVO

Para pedir sua musica no xat ao vivo acesse: DRTV - RADIO ONLINE - Direção e Apresentação: Dj Dirceu e Rosangela Matos - Jornalista MTB 54903/SP
Um oferecimento de Revista Champagne News
Watch live streaming video from revistachampagnenews at livestream.com

Combate a Dengue - Receita Caseira (segundo populares funciona)



 fonte:meioambiente.blogomoura.com

Mosquito Aedes Aegypti
fonte: matheuseandressav03.wordpress.com


fonte desta imagem: www1.folha.uol.com.br


REPELENTE DOS PESCADORES :
- 1/2 litro de álcool;

- 1 pacote de cravo da Índia (10 gr);
- 1 vidro de óleo de nenê (100ml)

Deixe o cravo curtindo no álcool uns 4 dias agitando, cedo e de tarde; 

Depois coloque o óleo corporal (pode ser de amêndoas, camomila, erva-doce, aloe vera).

Passe só uma gota no braço e pernas e o mosquito foge do cômodo. 


O cravo espanta formigas da cozinha e dos eletrônicos, espanta as pulgas dos animais.

O repelente evita que o mosquito sugue o sangue, assim, ele não consegue maturar os ovos e atrapalha a postura, vai diminuindo a proliferação. 


Não forneça o seu sangue para o aedes aegypti!

A comunidade toda tem de usar, como num mutirão..
por:   Maricleusa Benelli
e-mail encaminhado por :     Juarez Xoxó




Regiões Epidemiológicas no Mundo - 2011



A dengue é um dos principais problemas de saúde pública no mundo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que entre 50 a 100 milhões de pessoas se infectam anualmente, em mais de 100 países de todos os continentes exceto a Europa, pois o clima europeu não favorece a proliferação do mosquito. No entanto, pesquisas recentes alertam que devido ao aquecimento global e um maior número de pessoas viajando diariamente pelo mundo, os mosquitos transmissores passaram a existir também na Europa, o que faz com que estejam reunidas as condições para um surto no continente europeu. De todas as pessoas infectadas, cerca de 550 mil necessitam de hospitalização e 20 mil morrem todos os anos.

A dengue é uma doença infecciosa febril aguda causada por um vírus da família Flaviridae e é transmitida, no Brasil, através da picada do mosquito Aedes aegypti, também infectado pelo vírus. Em contato com o mosquito, o vírus entra em um período de incubação que dura cerca de 8 a 12 dias, logo após esse período, o mosquito está apto a transmitir a doença. Quando infecta os seres humanos, ele novamente entra em um período de incubação que agora pode durar de 3 a 15 dias e somente após esse período é que os sintomas da doença aparecem. São eles: febre alta (39° a 40°C), dores de cabeça, cansaço, dor muscular e nas articulações, indisposição, enjôos, vômitos, manchas vermelhas na pele, dor abdominal (principalmente em crianças) podendo evoluir para um quadro grave de hemorragias nasais, gengivais, urinárias, gastrointestinais ou uterinas, esse último quadro denominado de Dengue Hemorrágica.
Nos anos de 2009 e 2010, o número de mortes por dengue em nosso país dobrou. No ano passado, foram notificados 936.260 casos de dengue clássica no país. Destes, 14.342 foram classificados como graves.
Esse ano foi registrado um caso de dengue autóctone (contraído na cidade) em Jundiaí e outros sete importados. A doença ocorre com maior frequência nos meses de março, abril e maio, pois nesses meses ocorrem temperaturas elevadas e chuvas abundantes, favorecendo a proliferação do mosquito transmissor da doença. As péssimas condições de saneamento básico, a coleta irregular de lixo e também o fato de muitas cidades brasileiras sofrerem com o abastecimento de água obrigam as pessoas a armazenarem água em latões, cisternas ou até mesmo tonéis sem nenhuma ou com proteções irregulares proporcionando vários criadouros onde as fêmeas do mosquito podem colocar seus ovos.
O tratamento da dengue requer bastante repouso e a ingestão de muito líquido, como água, sucos naturais ou chá. No tratamento também são usados medicamentos antitérmicos que devem ser prescritos por um médico.
Em caso de suspeita de dengue, procure um médico o mais rápido possível. Somente este profissional pode orientá-lo a tomar as providências necessárias no seu caso.

por Rodrigo E. da Silva para O Jundiaiense.                                               fonte: http://ojundiaiense.com.br/saude/saude-a-dengue/







Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja também

Notícias mais vistas dos últimos 30 dias

SEGUIDORES ILUSTRES

Pensamento do Dia - colaboração do Leitor do Jornal Cidade em Foco Sr Marcos Roberto SP/SP

O que não te destrói, te fortalece.



Por mais que pareçam difíceis seus problemas, use-os como instrumento a seu favor, um dia verás que conseguiu superar e foi vitorioso. Fique firme, não desista, lute e conquiste, estamos torcendo por você.
Palavras da Redação do Jornal Cidade em Foco

Nossos leitores em 151 países do Mundo - Our readers in 119 countries

Redação - dra.rosangelamatos@hotmail.com

Nossos Seguidores no Twitter @DraRosangelaM

Visitantes

Mural de Recados

"este espaço acima é reservado aos internautas, fiquem a vontade, façam bom uso"