JORNAL CIDADE EM FOCO AZ: 26/07/2013

notícias do Brasil e do Mundo

DRTV - RADIO ON LINE AO VIVO

Para pedir sua musica no xat ao vivo acesse: DRTV - RADIO ONLINE - Direção e Apresentação: Dj Dirceu e Rosangela Matos - Jornalista MTB 54903/SP
Um oferecimento de Revista Champagne News
Watch live streaming video from revistachampagnenews at livestream.com

Acidente de trem em Madri - Espanha deixa 80 mortos e mais de 250 feridos desde o ocorrido em 23.07.2013


Descarrilamento ocorreu na chegada a Santiago de Compostela, no norte.
Excesso de velocidade parece ser causa, e maquinista será investigado


Chega a 80 o número de mortos em um descarrilamento de trem nesta quarta-feira (23) em Santiago de Compostela, no norte da Espanha, segundo o governo local da Galícia.

Outras 178 pessoas ficaram feridas, e 95 delas ainda estão no hospital. Entre os feridos, 32 estão em situação séria, incluindo 4 crianças.
Todos os feridos e 66 dos mortos já foram identificados.
Há, entre os feridos, pessoas de várias nacionalidades, segundo o governo regional.
O consulado-geral do Brasil em Madri afirma que não há relatos sobre vítimas brasileiras. O Itamaraty disse que até o momento não recebeu ligações de parentes de possíveis vítimas, mas alerta que como a passagem de trem não é nominal, não pode descartar totalmente que possam ter brasileiros entre os feridos e mortos.A primeira hipótese é que o excesso de velocidade tenha sido a causa do acidente, e um dos pilotos vai ser colocado em investigação formal.
Uma fonte da investigação, sob anonimato, confirmou à agência Reuters que a velocidade excessiva provocou o acidente.
Um vídeo publicado pelo "El País" mostra o momento do acidente (assista acima).
No trecho, em que havia uma curva acentuada, o limite de velocidade era de de 80 km/h.
O "El País" publicou o que seria um trecho de conversa de um dos pilotos em que ele afirmava estar a 190 quilômetros por hora.
O governo galego disse que o trem tinha dois maquinistas, e que um deles está hospitalizado sob custódia. Não ficou imediatamente claro qual dos maquinistas está sendo investigado.
Testemunhas contaram à imprensa espanhola que um dos maquinistas, Francisco José Garzón, foi visto auxiliando no resgate das vítimas e gritando ao telefone: "Descarrilei! O que eu faço?"
Segundo o jornal "El País", um dos maquinistas ficou preso nos destroços da cabine e contou por rádio à estação ferroviária que o trem havia entrado na curva a 190km/h. "Somos apenas humanos! Somos apenas humanos!", dizia o maquinista à estação, segundo relato do jornal a partir de informações de fontes próximas à investigação.
"Espero que não haja mortos, porque isso vai recair sobre a minha consciência."

O Departamento de Estado dos EUA confirmou um americano morto e cinco feridos. Dois colombianos e uma mexicana também morreram. Autoridades britânicas afirmaram que há ao menos um cidadão do país ferido.
O acidente ocorreu às 20h41 locais (16h41 de Brasília), segundo a empresa, em Angrois, na chegada a Santiago de Compostela, local famoso de peregrinação católica e mística. O trem fazia a ligação entre a capital espanhola, Madri, e a cidade de Ferrol, na Galícia.

A primeira hipótese é que o excesso de velocidade tenha sido a causa do acidente, e um dos pilotos vai ser colocado em investigação formal.
Uma fonte da investigação, sob anonimato, confirmou à agência Reuters que a velocidade excessiva provocou o acidente.
Um vídeo publicado pelo "El País" mostra o momento do acidente (assista acima).
No trecho, em que havia uma curva acentuada, o limite de velocidade era de de 80 km/h.
O "El País" publicou o que seria um trecho de conversa de um dos pilotos em que ele afirmava estar a 190 quilômetros por hora.
O governo galego disse que o trem tinha dois maquinistas, e que um deles está hospitalizado sob custódia. Não ficou imediatamente claro qual dos maquinistas está sendo investigado.
Testemunhas contaram à imprensa espanhola que um dos maquinistas, Francisco José Garzón, foi visto auxiliando no resgate das vítimas e gritando ao telefone: "Descarrilei! O que eu faço?"
Segundo o jornal "El País", um dos maquinistas ficou preso nos destroços da cabine e contou por rádio à estação ferroviária que o trem havia entrado na curva a 190km/h. "Somos apenas humanos! Somos apenas humanos!", dizia o maquinista à estação, segundo relato do jornal a partir de informações de fontes próximas à investigação.
"Espero que não haja mortos, porque isso vai recair sobre a minha consciência."



A composição "não teve nenhum problema de operação", disse o presidente da empresa responsável, a estatal Renfe. "O trem passou por uma revisão naquela mesma manhã", disse Julio Gómez-Pomar Rodríguez á rádio privada Cope.
"Estes trens passam por uma revisão a cada 7.500 quilômetros, e outra a cada 50 mil quilômetros, e outra a cada 150 mil quilômetros, disse.
O secretário estadual de Transportes, Rafael Catalá, disse à rádio Cadena Ser que a tragédia parece estar ligada a uma "infração da velocidade". Mas ele frisou que é necessário aguardar a investigação judicial para confirmar isso.
Atentado descartado
A cena evoca lembranças do atentado islâmico de 2004 contra trens de Madri, que matou 191 pessoas, mas  o delegado do Governo da Galícia Samuel Juárez descartou a hipótese de atentado.
"Foi um acidente. Não temos elemento algum que nos permita falar de outra coisa."
Logo após a divulgação das primeiras informações sobre o acidente, o chefe do governo espanhol, Mariano Rajoy, expressou seu "afeto e solidariedade" às vítimas, em sua conta no Twitter.
Rajoy, que participou de uma reunião ministerial de emergência na quarta, viajoua para a região na manhã desta quinta e decretou três dias de luto oficial.
As imagens do local mostram vários vagões virados, sendo pelo menos um totalmente destruído.
Uma testemunha que estava no trem afirmou à rádio Cadena Ser que "parece que em uma curva o trem começou a descarrilar e os vagões ficaram uns sobre os outros".
Dezenas de ambulâncias levavam os feridos para hospitais da região. As autoridades lançaram um apelo para que as pessoas doem sangue para o atendimento aos feridos.
Muitos já atenderam ao pedido e foram ao Hospital Clínico de Santiago de Compostela. No Twitter, as mensagens pedindo doação de sangue em outras localidades da região se multiplicavam.
Francisco Otero, de 39 anos, contou à AFP que havia chegado ao local do acidente "um minuto depois".
"Estava assistindo à televisão na casa dos meus pais e ouvi um grande estrondo. Era como se tivesse acontecido um terremoto", contou.
Fabricantes
A fabricante de aviões e trens canadense Bombardier disse nesta quinta que o trem envolvido em um acidente na Espanha que matou pelo menos 78 pessoas foi feito pelo seu consórcio com a espanhola Talgo. Uma porta-voz da empresa estatal da Espanha Renfe descreveu o trem como um Alvia Series 730, usado na rota entre Madri e La Coruña.
Festa cancelada
O acidente aconteceu no dia do Apóstolo Santiago, época de grande celebração na região da Galícia.
Santiago de Compostela, capital da região e centro dos festejos, cancelou os eventos que deveriam ser realizados na noite desta quarta-feira em homenagem a seu santo padroeiro.
A tradicional missa do dia de Santiago foi mantida "com um estrito protocolo de luto".
O Rei Juan Carlos I e o Príncipe Felipe I, herdeiro do trono, suspenderam nesta quinta todas as suas atividades "em sinal de luto" pelo acidente, informou a Casa Real. O rei visitou feridos em um hospital.
Acidentes anteriores
Este é um dos piores acidentes ferroviários da Espanha. Na década de 1940, um trem que também viajava de Madri para a Galícia se chocou com uma locomotiva, deixando centenas de mortos. Em 1972, um outro acidente com o trem que ia de Cádiz a Sevilha (Andaluzia, sul) causou a morte de 77 pessoas.
O acidente também ocorre apenas duas semanas depois da morte de pelo menos sete pessoas num descarrilamento na região central da França.
Papa Francisco
No Rio de Janeiro, onde participa das celebrações da Jornada Mundial da Juventude, o Papa Francisco pediu que todos rezem pelas vítimas e suas famílias. Ele postou uma mensagem aos espanhóis em sua conta no Twitter.
O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, pediu que fosse respeitado um minuto de silêncio antes de uma entrevista.
"O Papa foi informado ao chegar a sua residência no Sumaré. Ele se une à dor das famílias e pede que todos rezem e vivam na fé este trágico acontecimento", disse o padre Lombardi durante a coletiva.
O presidente dos EUA, Barack Obama, disse que ficou "consternado e entristecido" com o acidente.

fonte: g1.

Nota da Redação
Todos nós da Redação do Jornal Cidade em Foco queremos enviar nossa solidariedade aos irmãos da Espanha pelas perdas e pelos feridos, que Deus abençoe à todos e que fortaleça os familiares desta grande tragédia.

Rosângela Matos
Editora Executiva do Jornal Cidade em Foco AZ






Veja também

Notícias mais vistas dos últimos 30 dias

SEGUIDORES ILUSTRES

Pensamento do Dia - colaboração do Leitor do Jornal Cidade em Foco Sr Marcos Roberto SP/SP

O que não te destrói, te fortalece.



Por mais que pareçam difíceis seus problemas, use-os como instrumento a seu favor, um dia verás que conseguiu superar e foi vitorioso. Fique firme, não desista, lute e conquiste, estamos torcendo por você.
Palavras da Redação do Jornal Cidade em Foco

Nossos leitores em 151 países do Mundo - Our readers in 119 countries

Redação - dra.rosangelamatos@hotmail.com

Nossos Seguidores no Twitter @DraRosangelaM

Visitantes

Mural de Recados

"este espaço acima é reservado aos internautas, fiquem a vontade, façam bom uso"