notícias do Brasil e do Mundo

DRTV - RADIO ON LINE AO VIVO

Para pedir sua musica no xat ao vivo acesse: DRTV - RADIO ONLINE - Direção e Apresentação: Dj Dirceu e Rosangela Matos - Jornalista MTB 54903/SP
Um oferecimento de Revista Champagne News
Watch live streaming video from revistachampagnenews at livestream.com

Neto espanca avó com barra de ferro em SP

De acordo com a polícia, o neto sofre de problemas psiquiátricos

Uma idosa de 82 anos morreu nesta segunda-feira após ter sido agredida pelo neto com uma barra de ferro no bairro Americanópolis, zona sul de São Paulo. De acordo com a polícia, o neto, de 44 anos, tem problemas psiquiátricos.

A família disse que ele não tinha comportamento violento, mas já tentou buscar ajuda para interná-lo e nunca conseguiu. O caso deverá ser registrado no 97º Distrito Policial.

fonte: Band



Pois é, sempre haverá uma boa desculpa para justificar esses atos contra os pais, mas eu pergunto...
Será que as leis "as novas leis" não estão contribuindo para criarmos "monstros" ?
Hoje um pai e uma mãe não pode dar uns tapinhas na criança que já é julgado e condenado, então o jeito é deixar essas crianças à sorte e ver no que dá, depois o próprio governo  vai gastar uma fortuna tentando devolver esses jovens à sociedade "reformados". Será que é o certo?
Eu levei uns tapinhas de minha mãe e nem por isso tive problemas de conduta nem de distúrbio de personalidade, não me vi marginalizada tão pouco descambei para a agressividade etc e tals, mas enfim, quem sou eu pra dizer alguma coisa, hoje quem esta certo esta errado e quem era errado está certo, seja o que Deus quiser !

Vejam este absurdo que foi ao ar no programa do Ratinho dia 21/07/2010

se eu fosse colocar todas as matérias que hoje já encontramos na internet, seriam várias páginas e com certeza vai piorar... escuta o que eu digo !

Escândalo dos grampos mancha mais um jornal na Grã-Bretanha


Um dia após o fechamento do jornal “News of the World”, surgiram novas denúncias de espionagem contra outras publicações do australiano Rupert Murdoch. Até o ex-primeiro-ministro pode ter sido vítima.


Um dia depois do fechamento do jornal britânico “News of the World”, surgiram novas denúncias de espionagem contra outras publicações do australiano Rupert Murdoch. Entre elas, o tradicional “The Sunday Times”.
O jornal que foi fechado em Londres depois de virar manchete nas páginas policiais não agia sozinho. Segundo a Scotland Yard, a polícia metropolitana de Londres, o escândalo atinge outras publicações do grupo comandado pelo magnata australiano Rupert Murdoch: o tabloide sensacionalista ''The Sun'' e o “Sunday Times”, versão de domingo do tradicional “The Times”.
Eles são acusados de terem obtido ilegalmente informações sobre as finanças pessoais do ex- primeiro-ministro Gordon Brown. Teriam ainda investigado os problemas de saúde do filho de Brown, de apenas quatro meses na época.
A polícia confirmou que o príncipe Charles e a mulher Camila também tiveram os telefones grampeados pelo jornal que foi fechado no domingo (10).
Governo e oposição bateram boca. Um acusa o outro de fazer vista grossa para o escândalo, em troca de apoio dos jornais.
O empresário Rupert Murdoch foi às pressas a Londres para tentar salvar um negócio bilionário: a compra da BSkyB, principal empresa de TV por assinatura da Grã-Bretanha. O negócio estava quase fechado, só faltava o pagamento, o equivalente a R$ 22 bilhões. Mas nesta segunda (11), o governo pediu que o órgão regulador da mídia e o comitê que cuida da competição econômica na Grã-Bretanha façam uma reavaliação geral.
As ações da BSkyB já perderam 15% do valor desde a semana passada, quando o escândalo estourou.
fonte:G1.Globo
Infelizmente estamos vendo esta má conduta que nunca deve ser copiada por nenhum profissional, lamentável !

Naufrágio deixa mais de 50 mortos na Rússia


O barco estava com 208 pessoas a bordo, quase o dobro da capacidade. Ainda há dezenas de desaparecidos.


Estão confirmadas 55 mortes em um dos piores naufrágios da história da Rússia. E ainda há dezenas de desaparecidos.
O barco estava com 208 pessoas a bordo, quase o dobro da capacidade. Na manhã de domingo (10), em uma tempestade com ventos fortes, afundou em menos de dez minutos no Rio Volga, no oeste da Rússia.
Até agora, 80 pessoas foram resgatadas com vida. Mas as equipes de emergência têm poucas esperanças de encontrar mais sobreviventes.
O governo russo ordenou uma operação nacional de fiscalização de todos os tipos de transportes de passageiros. Nesta época do ano, os cruzeiros pelo Rio Volga são muito populares.

Em MS, juiz ouve depoimentos contra ex-médico acusado de mutilações



Ex-médico é acusado de lesão corporal grave contra 5 mulheres.
Ele já foi condenado pelo mesmo crime em outro processo judicial.

Do G1 MS com informações da TV Morena
O juiz Gil Messias Fleming, em substituição na 3ª Vara Criminal de Campo Grande, ouviu nesta segunda-feira (11), testemunhas de acusação e defesa no processo em que o ex-médico e o ex-deputado estadual Alberto Jorge Rondon é acusado de lesão corporal grave contra mulheres que foram submetidas a cirurgias plásticas e o denunciaram pelos resultado dos procedimentos. Ele já cumpre pena domiciliar depois que foi condenado pelo mesmo crime em um outro processo judicial.
Do total de 17 testemunhas apenas oito comparecem no Fórum, duas de defesa e outras seis vítimas do ex-médico. No processo ele responde por lesão corporal grave contra cinco mulheres. Todas teriam sido mutiladas em cirurgias plásticas pelo ex-médico, que não tinha permissão para atuar em procedimentos estéticos. Mesmo tendo sido intimado, o réu não compareceu ao fórum, a imprensa não foi autorizada a acompanhar os depoimentos desta segunda-feira.
Entre as testemunhas, uma mulher de 71 anos, foi vítima há 13 anos de uma cirurgia mal sucedida de redução de mamas. “Essa cirurgia minha saiu nas costas, nunca que eu imaginava que uma cirurgia plástica ia ter essas consequências. Eu sempre soube que era só embaixo da mama, daí pra cá eu fiquei depressiva, eu tomo antidepressivo direto, eu só durmo com remédio”, afirma.
Ex-médico Alberto Rondon é condenado a 42 anos de prisão por erros em cirurgias em MS (Foto: Reprodução/TV Morena)Ex-médico já foi condenado por erros em cirurgias
em MS (Foto: Reprodução/TV Morena)
A promotoria quer aproveitar os relatos e as provas apresentadas pelas testemunhas para pedir a condenação de Alberto Rondon. “Duas dessas testemunhas não haviam se submetido a laudo no IML, vieram e trouxeram documentos e fotografias da época para juntar no processo e ajudar os juízes a se convencerem de que as lesões existiram”, afirma o promotor de justiça, Eduardo Rizkallah
“É preciso ver se existe um laudo, que é um documento próprio, um laudo de corpo e delito, feito pelo instituto médico legal, é isso que nós vamos ter que discutir”, afirma Rene Siufi, advogado de defesa.
As testemunhas que não moram em Campo Grande serão interrogadas pela Justiça através de carta precatória, inclusive o réu que cumpre prisão domiciliar em Bonito. Após o interrogatório dele, defesa e acusação vão fazer as últimas alegações do processo. Por fim, o juiz vai decidir se Rondon pode ser considerado culpado ou não pelo crime de lesão corporal.
fonte: G1


È lamentável que isto tenha ocorrido, quando uma pessoa procura uma cirurgia plástica está em busca do resgate da auto-estima, de resgatar o amor próprio e de uma nova chance de vida nova, infelizmente isto tudo foi roubado por este "profissional" . Nossos sentimentos são o mesmo de milhões de pessoas que leem no momento, de indignação e revolta afinal de contas poderia estar acontecendo a qualquer um de nós ou de nossos familiares. Fica aqui nossa indignação e lamentos pelo ocorrido.
selo aviso atenção (Foto: Editoria de Arte / G1)
Cicatrizes deixadas nas pacientes que foram submetidas a operações plásticas pelo ex-médico Alberto Rondon, em Mato Grosso do Sul  (Foto: Reprodução/TV Morena)Cicatrizes deixadas nas pacientes que foram submetidas a operações plásticas pelo ex-médico
(Foto: Reprodução/TV Morena)

Seis vacinas que os adultos precisam tomar

Essas doenças continuam perigosas mesmo na idade adulta

Por Fernando Menezes

Ninguém reluta em levar o filho para tomar uma vacina contra sarampo ou paralisia infantil, mas na hora de cuidar da própria saúde, muitos adultos negligenciam as campanhas de vacinação. Não é apenas o organismo da criança que está sujeito à doenças que o corpo não está preparado para combater. 

Em todas as fases de nossa vida, estamos suscetíveis a infecções por vírus e bactérias que, se não tratadas, podem causar muitos problemas. "Faz parte da cultura dos brasileiros achar quevacinação é assunto de criança. Mesmo que esse quadro esteja mudando, os adultos ainda não tratam as vacinas com seriedade", diz o infectologista Paulo Olzon, da Unifesp. 
Vacinação adultos- Foto Getty Images
As doenças crônicas que se manifestam mais na vida adulta são fortes indicadores de que o individuo precisa se vacinar. "As pessoas que estão em grupos de risco, como as pessoas com mais de 60 anos ou aquelas que têm doenças crônicas, devem sempre estar informadas sobre a vacinação", explica o especialista.

Existem vacinas tanto para bactérias como para vírus. "No primeiro caso, a vacinação é feita para controlar surtos epidemiológicos. Já no caso dos vírus, a imunização normalmente dura a vida toda, sendo necessárias apenas algumas doses de reforço para garantir que a doença não vai mais voltar", diz Paulo Olzon. 
Vacina dupla tipo adulto - para difteria e tétano
A difteria é causada por uma bactéria, que é contraída pelo contato com secreções de pessoas infectadas. Ela afeta o sistema respiratório, causa febres e dores de cabeça, em casos graves, pode evoluir para uma inflamação no coração.

A toxina da bactéria causadora do tétano compromete os músculos e leva a espasmos involuntários. A musculatura respiratória é uma das mais comprometidas pelo tétano. Se a doença não for tratada precocemente, pode haver uma parada respiratória devido ao comprometimento do diafragma, músculo responsável por boa parte da respiração, levando a morte. Ferir o pé com prego enferrujado que está no chão é uma das formas mais conhecidas do contágio do tétano.

A primeira parte da vacinação contra difteria e tétano é feita em três doses, com intervalo de dois meses. Geralmente, essas três doses são tomadas na infância. Então confira a sua carteira de vacinação para certificar-se se a vacinação está em ordem. Depois delas, o reforço deve ser feito a cada dez anos para que a imunização continue eficaz. É nesse momento que os adultos cometem um erro, deixando a vacina de lado.  
Vacina Tríplice-viral ? para sarampo, caxumba e rubéola
Causado por um vírus, o sarampo é caracterizado por manchas vermelhas no corpo. A transmissão ocorre por via respiratória. De acordo com dados do Ministério da Saúde, a mortalidade entre crianças saudáveis é mínima, ficando abaixo de 0,2% dos casos. Nos adultos, essa doença é pouco observada, mas como a forma de contágio é simples, os adultos devem ser imunizados para proteger as crianças com quem convivem.

Conhecida por deixar o pescoço inchado, a caxumba também tem transmissão por via respiratória. Mesmo que seja mais comum em crianças, a caxumba apresenta casos mais graves em adultos, podendo causar meningite, encefalite, surdez, inflamação nos testículos ou dos ovários, e mais raramente no pâncreas.  
"Faz parte da cultura dos brasileiros achar que vacinação é assunto de criança. Mesmo que esse quadro esteja mudando, os adultos ainda não tratam as vacinas com seriedade"
Já a rubéola é caracterizada pelo aumento dos gânglios do pescoço e por manchas avermelhadas na pele, é mais perigosa para gestantes. O vírus pode levar à síndrome da rubéola congênita, que prejudica a formação do bebê nos três primeiros meses de gravidez. A síndrome causa surdez, má-formação cardíaca, catarata e atraso no desenvolvimento.

O adulto deve tomar a tríplice-viral se ainda não tiver recebido as duas doses recomendadas para a imunização completa quando era criança e se tiver nascido depois de 1960. O Ministério da Saúde considera que as pessoas que nasceram antes dessa data já tiveram essas doenças e estão imunizados, ou já foram vacinados anteriormente.

Mesmo que todos com essas características devam ser vacinados, as mulheres que pretendem ter filhos, que não foram imunizadas ou nunca tiveram rubéola devem tomar a vacina um mês antes de engravidar, já que a rubéola é bastante perigosa quando acomete gestantes, podendo causar deformidade no feto.  
Vacina contra a hepatite B
Hepatite B é transmitida pelo sangue, e em geral não apresenta sintomas. Alguns pacientes se curam naturalmente sem mesmo perceber que tem a doença. Em outros, a doença pode se tornar crônica, levando a lesões do fígado que podem evoluir para a cirrose. "A imunização contra essa doença é importante, pois ela pode causar problemas sérios, como câncer no fígado", diz Paulo Olzon.

De acordo com o especialista, há algumas décadas, o tipo B da hepatite era o mais encontrado, já que ela pode ser transmitida através da relação sexual e as pessoas não tomavam cuidado com a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. Depois de uma campanha de vacinação e imunização, e da classificação da hepatite C pelos médicos, ela não pode ser vista como epidemia, mas ainda é preciso tomar cuidado com essa doença. 
Até os 19 anos, todas as pessoas podem tomar a vacina contra hepatite B, gratuitamente, em qualquer posto de saúde. A aplicação da vacina também continua de graça, quando o adulto faz parte de um grupo de risco. "Pessoas que tenham contato com sangue, como profissionais de saúde, podólogos, manicures, tatuadores e bombeiros, ou que tenham relacionamentos íntimos com portador da doença são as mais expostas a essa doença", diz o especialista. Fora isso, qualquer adulto pode encontrar a vacina em clínicas particulares. 
Idoso gripado - Foto Getty Images
Pneumo 23 - Pneumonia 
O pneumococo, bactéria que pode causar a pneumonia, entre outras doenças, pode atacar pessoas de todas as idades, principalmente indivíduos com mais de 60 anos. "Pessoas com essa idade não podem deixar de tomar a vacina pneumo 23", diz Paulo Olzon.

A pneumonia é o nome dado a inflamação nos pulmões causada por agentes infecciosos (bactérias, vírus, fungos e reações alérgicas). Entre os principais sintomas dessa inflamação dos pulmões, estão febre alta, suor intenso, calafrios, falta de ar, dor no peito e tosse com catarro. Adultos com doenças crônicas em órgãos como pulmão e coração -alvos mais fáceis para o pneumococo, devem tomar essa vacina sempre que há uma campanha de vacinação.

Mesmo que ela seja uma das vacinas mais importantes para ser tomadas é a única vacina do calendário que não é oferecida em postos de saúde. É preciso ir a um Centro de Referência para Imunobiológicos Especiais, em locais como o Hospital das Clínicas e a Unifesp.  
Vacina contra a febre amarela
A febre amarela é transmitida pelo mesmo mosquito transmissor da dengue, o Aedes aegypti. A doença rem como principais sintomas febre, dor de cabeça, calafrios, náuseas, vômito, dores no corpo, icterícia (pele e olhos amarelados) e hemorragias. "Se a febre amarela não for tratada, pode levar a morte", explica o especialista.

Por ser uma doença grave, e com alto índice de mortalidade, todas as pessoas que moram em locais de risco devem tomar a vacina a cada dez anos, durante toda a vida. Quem for para uma dessas regiões precisa ser vacinado pelo menos dez dias antes da viagem. No Brasil, as áreas de risco são: zonas rurais no Norte e no Centro-Oeste do país e alguns municípios dos Estados do Maranhão, do Piauí, da Bahia, de Minas Gerais, de São Paulo, do Paraná, de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul.

Mesmo que os efeitos colaterais mais sérios sejam muito raros, a vacina contra febre amarela deve ficar restrita aqueles indivíduos que moram ou irão viajar para algum lugar de risco. "Nesse sentido, a preocupação dos médicos está relacionada ao risco de reação alérgica grave ou anafilática, que pode levar a morte os pacientes propensos", explica o infectologista Paulo Olzon.  
Vacina contra o influenza (gripe)
A vacina contra gripe deve estar na rotina de quem está com mais de 60 anos. "Muitas pessoas deixam de tomá-la com medo da reação que ela pode causar. Mas isso é um mito, já que a suposta reação do corpo não tem nada a ver com a vacina, e sim com a própria gripe. Isso porque, o vírus da gripe fica semanas em nosso corpo sem se manifestar e a proteção da vacina não é imediata como as pessoas imaginam", diz o especialista.

A gripe é transmitida por via respiratória, leva a dores musculares e a febres altas. Seu ciclo costuma ser de uma semana. Pessoas com mais de 60 anos podem tomar a vacina nos postos de saúde, enquanto os mais jovens podem ser vacinados em clínicas particulares.

"Os idosos que não querem esperar até a campanha anual de vacinação contra a gripe podem tomar a vacina em clínicas particulares em todas as épocas do ano", diz Paulo Olzon.

Veja também

Notícias mais vistas dos últimos 30 dias

SEGUIDORES ILUSTRES

Pensamento do Dia - colaboração do Leitor do Jornal Cidade em Foco Sr Marcos Roberto SP/SP

O que não te destrói, te fortalece.



Por mais que pareçam difíceis seus problemas, use-os como instrumento a seu favor, um dia verás que conseguiu superar e foi vitorioso. Fique firme, não desista, lute e conquiste, estamos torcendo por você.
Palavras da Redação do Jornal Cidade em Foco

Nossos leitores em 151 países do Mundo - Our readers in 119 countries

Redação - dra.rosangelamatos@hotmail.com

Nossos Seguidores no Twitter @DraRosangelaM

Visitantes

Mural de Recados

"este espaço acima é reservado aos internautas, fiquem a vontade, façam bom uso"