JORNAL CIDADE EM FOCO AZ: 01/05/2011

notícias do Brasil e do Mundo

DRTV - RADIO ON LINE AO VIVO

Para pedir sua musica no xat ao vivo acesse: DRTV - RADIO ONLINE - Direção e Apresentação: Dj Dirceu e Rosangela Matos - Jornalista MTB 54903/SP
Um oferecimento de Revista Champagne News
Watch live streaming video from revistachampagnenews at livestream.com

CORINTHIANS CAMPEÃO no PAULISTÃO 2011 ?? - Veja a Partida





Corinthians vence a partida mas ainda faltam dois jogos contra o Santos

colaboração do leitor : José Roberto Esteves

Futebol - Brasileiro David Luiz, do Chelsea, se destaca em Londres. Assista o vídeo.

Fernando Duarte, correspondente


LONDRES - Foi apenas por ter chegado na janela de transferências de janeiro que David Luiz ainda não aparece ao lado de nomes mais conhecidos do Chelsea, como o inglês Lampard e o marfinense Drogba, nas placas de publicidade em torno de Stamford Bridge. O espaço reservado a ele se deve tanto às boas atuações quanto ao desejo do clube de obter retorno após pagar cerca de US$ 35 milhões ao Benfica pelo mais caro zagueiro brasileiro da história, que também tem sido nome constante na seleção de Mano Menezes.

Ainda assim, David Luiz passou as festas de fim de ano podendo andar à vontade pelas ruas de Juiz de Fora (MG), onde vivem seus pais. Um paradoxo cujo prazo de validade tem fim iminente, mas que aumenta a curiosidade de uma história simultaneamente rara e comum. Ao mesmo tempo em que o paulistano não foi o último brasileiro a ir para o exterior sem deixar sua marca num time profissional do país, sua ascensão no futebol europeu tampouco é vista toda semana.
- Lido com tudo isso de maneira normal. O futebol está muito voltado para o lado financeiro, os números só tendem a aumentar. Mas são fictícios, vale mesmo é o que se faz no campo - conta, numa entrevista em que o único luxo é o hotel que serve de concentração para o Chelsea e de morada provisória do brasileiro.
Em vez de joias e roupas de grife, David Luiz surge vestindo jeans, além de camisa e tênis fornecidos pelo patrocinador. Ao contrário dos colegas de clube e suas coleções de carrões, ele anda por Londres de táxi ou de metrô - também por força do desafio de se acostumar a dirigir do lado esquerdo da estrada.
Nos quatro anos em Portugal, David Luiz terminou a temporada 2009/10 como melhor jogador da liga local, eleito por torcedores. Quase unânime foi a surpresa dos portugueses diante do fato de que foi seu então companheiro de zaga no Benfica, Luizão, a fazer parte da seleção na Copa de 2010.
- Vir para o Chelsea e ter sido convocado pela seleção ajuda a tornar meu nome conhecido no Brasil. Não sei se vou conseguir escapar em Juiz de Fora agora, mas gosto desse reconhecimento. Ainda mais quando é a criançada. O jogador tem que dar um bom exemplo - afirma o paulista, que fez 24 anos no último dia 22.
A impressão de demagogia esbarra numa análise das estatísticas de David Luiz: o zagueiro foi expulso apenas uma vez como profissional, logo em seu primeiro jogo pelo Vitória, clube que o acolheu desde os 14 anos, depois de ter sido dispensado da base do São Paulo (supostamente, por ser baixo demais para jogar no meio, sua posição na época, apesar de hoje o zagueiro ter 1,89m).
- Não tento me impor com agressividade ou ameaça. Prefiro que meus pés falem por mim. Em um minuto de paciência perdida você pode fazer uma bobagem que prejudica o time - explica, com a lucidez que faltou a um certo integrante da seleção na África do Sul.
Num momento em que as autoridades inglesas têm sido rigorosas na punição aos maus exemplos (Rooney, do Manchester United, pegou dois jogos de suspensão por ter celebrado um gol aos palavrões), David Luiz não é nada corporativista.
- Jovens sem o caráter formado tiram de pequenos gestos princípios para a vida. Claro que é preciso ter uma margem de erro, só que é bom para a gente saber que se deve falar menos. Meu pai sempre diz que não é por acaso que a gente tem duas orelhas, dois olhos e só uma boca.
Titular de Mano nas cinco primeiras partidas da seleção, o zagueiro ficou no banco contra a Escócia, na volta do capitão Lúcio à posição.
- Estar no grupo já é privilégio. Aproveitei para aprender e observar muito o jogo dele.
O zagueiro, porém, não se ilude em relação ao espírito do torcedor: embora as atenções estejam voltadas mais para as Olimpíadas de Londres e a Copa de 2014, um mau resultado na Copa América, em junho, não será visto de maneira tão serena pelo público.
- É preciso estar no auge nos momentos corretos. Perdemos para grandes seleções e sem jogar mal, e de 1 a 0 (para Argentina e França). As pessoas sempre vão falar nos resultados, mas lá dentro sei que fizemos coisas positivas. Claro, o brasileiro se acostumou a ganhar, mas a torcida tem que ficar tranqüila: o trabalho está sendo bem feito.
A última frase também cai como luva para descrever o paradoxal David Luiz.

Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/esportes/mat/2011/04/30/mais-caro-zagueiro-brasileiro-david-luiz-do-chelsea-se-destaca-em-londres-924355691.asp#ixzz1L8GiEpFT 
© 1996 - 2011. Todos os direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. 

fonte: http://oglobo.globo.com/esportes/mat/2011/04/30/mais-caro-zagueiro-brasileiro-david-luiz-do-chelsea-se-destaca-em-londres-924355691.asp

Futebol - Arsenal supera o Manchester e ajuda Chelsea no Inglês


Com derrota do time de Alex Ferguson, briga pela ponta do Nacional se acirra antes de embate de líderes

Gazeta Esportiva

Absoluto desde o início da competição, oManchester United escorregou nesta rodada. A equipe perdeu para o rival Arsenal, na casa dos adversários, por 1 a 0, e está com apenas três pontos de vantagem sobre o Chelsea, com quem duela na próxima rodada do Campeonato Inglês. A três rodadas do final, o próprio Arsenal volta a entrar na disputa, apesar das chances ainda serem mínimas para os Gunners.
A partida foi bastante disputada e quente, com as duas equipes indo para cima e com seus jogadores se desentendendo em diversas jogadas durante o embate.
O Arsenal conseguiu o gol já no segundo tempo, depois de boa jogada de seu capitão Van Persie, que deixou o jovem Ramsey livre para abrir o placar e dar a vitória aos Gunners.
Após o resultado, a situação do Campeonato Inglês é a seguinte: O Manchester United soma 73 pontos, ainda na liderança. Em seguida, vem o Chelsea, com 70 e ainda sonhando com o troféu. Na próxima rodada, as duas equipes se enfrentam e podem trocar de posições no Inglês. O Arsenal, em situação mais complicada, tem 67 e ainda pode se sagrar vencedor.
Foto: Getty Images
Ramsey marcou após boa jogada do atacante holandês Van Persie

O jogo
A primeira chegada do Arsenal foi logo aos dois minutos. Nasri avançou pelo meio, fez boa jogada e encontrou Van Persie, que bateu bonito. No entanto, o árbitro marcou impedimento do holandês e ainda deu cartão amarelo para o jogador.
Logo em seguida, a zaga do Manchester bateu cabeça e Vidic foi tentar tirar, mas mandou nos pés de Nasri na entrada da área. O francês, porem, bateu mal e mandou pela linha de fundo.
Jogando melhor nos primeiros minutos, o Arsenal voltou a chegar com perigo. Desta vez pelo lado esquerdo, avançou com Clichy, que cruzou na área para Walcott, que chegou por baixo, mas mandou a bola por cima, com perigo.
Foto: Getty Images
Treinador Alex Ferguson viu o Manchester Utd. perder por 1 a 0 para o Arsenal na 35ª rodada do Inglês

Em outra chegada pela esquerda, mais uma boa chance para o Arsenal. A bola cruzou toda a área e, quando Walcott ia chegando para completar para o gol e abrir o placar, Evra cortou.
O Manchester só chegou com perigo já aos 20 minutos. Em grande jogada de Fábio pela direita, ele cruzou na área e a bola ia chegando a Chicharito, quando a zaga conseguiu cortar e afastar o perigo.
Aos 31, o lance mais polêmico da primeira etapa. Depois de boa triangulação do Arsenal, a bola foi cruzada na área para Van Persie, que não conseguiu pegar na bola, pois Vidic cortou com a mão, gerando reclamação dos Gunners, mas nem o árbitro e nem o assistente viram a jogada. Logo em seguida, em outra jogada de Fábio, Koscielny cortou.
Ainda no primeiro tempo, Anderson teve boa chance para marcar. Depois de o Manchester ficar um tempo no ataque, a bola sobrou para o brasileiro, que avançou e arriscou da entrada da área, mas a bola foi fraca e ficou fácil para o goleiro.
No início da segunda etapa, o Manchester já começou bem. Logo aos três minutos, Rooney bateu falta com categoria e efeito, mas Szczesny espalmou. No rebote, Evra tentou, mas mandou na rede pelo lado de fora.
Aos 11 minutos, porém, o Arsenal conseguiu abrir o placar. Em boa jogada do ataque da equipe, Van Persie levou pela direita, sambou na frente da marcação dentro da área e tocou para trás para Ramsey, que finalizou de primeira, no cantinho, balançando as redes de Van der Sar.
A partir daí, o United passou a ir para cima. Aos 15, Vidic aproveitou cobrança de escanteio, subiu muito bem, mas acabou cabeceando para fora.
Foto: Getty ImagesAmpliar
Rooney não conseguiu superar a marcação adversária no clássico

Rooney voltou a assustar em cobrança de falta aos 29, mas Szczesny estava bem colocado e defendeu com facilidade. Em seguida, o Manchester ameaçou uma pressão, com Valencia, pela direita, e Berbatov na área.
Aos 31, o goleiro do Arsenal fez milagre. Depois de grande jogada de Rooney, que ganhou dividida e avançou, achando Nani livre na área. O português ficou cara a cara com Szczesny, mas a batida foi defendida pelo arqueiro, que salvou o Arsenal.
O jogo ficou totalmente aberto com o Manchester atacando mais. O Arsenal teve algumas oportunidades de matar o jogo no contragolpe, mas não conseguiu converter em gol, assim como o Manchester.



Otan diz que morte de parentes de Kadafi não é confirmada


Embaixador líbio em Londres, Omar Jelban, é expulso; rebeldes chamam morte de 'mentira de propaganda'

01 de maio de 2011


John Stillwell/AP
Embaixador líbio em Londres, Omar Jelban, cumprimenta a rainha Elizabeth II; diplomata foi expulso


TRÍPOLI - Apesar de ter confirmado o ataque no qual um filho e netos do líder líbio, Muamar Kadafi, teriam morrido, no sábado, a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) disse que não pode confirmar a informação sobre a morte dos familiares. A declaração foi feita quase cinco horas após o ataque.
Um porta-voz da Otan, Charles Bouchard, disse que não há intenções de atacar Kadafi ou familiares. "Todos os alvos da Otan são militares", afirmou. Ele assegurou ainda que a organização não ataca indivíduos.
Bouchard afirmou ainda que está "atualizado" sobre a informação "não confirmada" de que integrantes da família de Kadafi teriam sido mortos."Lamentaríamos qualquer perda humana", disse, ao confirmar o ataque.
Retaliação
Neste domingo o governo britânico decidiu expulsar o embaixador da Líbia em Londres, Omar Jelban, em resposta ao ataque realizado por partidários de Kadafi à sua embaixada em Trípoli. Jelban tem 24 horas para deixar a Inglaterra. O secretário britânico de Exterior, William Hague, condenou o ataque em um comunicado.
Hague também criticou ataques realizados a representações diplomáticas de outros países, dizendo que eles violam a Convenção de Viena. O escritório da ONU em Trípoli também foi atacado, levando a organização a retirar seus funcionários da cidade.
'Propaganda'
Rebeldes líbios chamaram de "mentira de propaganda" a informação de que um filho e netos de Kadafi teriam morrido no ataque da Otan. De acordo com a AP, rebeldes teriam questionado a veracidade do anúncio, alegando que o regime líbio estaria buscando tirar a legitimidade da campanha da Otan. Um rebelde disse à agência que "só acreditaria se visse o corpo".
O rebelde, um metalúrgico identificado pela AP como Khaled al-Urfi, disse ainda "Não sabemos se é verdade ou não, porque Kadafi é um mentiroso". Para ele, o líder líbio estaria tentando "pressionar a comunidade internacional" contra a intervenção da Otan no país.
No sábado, ao saber do ataque que teria matado os familiares de Kadafi, rebeldes comemoraram nas ruas de Misrata, reduto anti-Kadafi. Várias pessoas tocaram buzinas e gritaram "Allahu Akbar", em celebração. Diante do hospital central da cidade, fogos de artifício foram disparados.
Consequências
Se a morte de netos e do filho mais novo de Kadafi, Saif al-Arab Kadafi, for confirmada, a Otan poderá responder legalmente. No começo da semana, o embaixador dos Estados Unidos em Trípoli, Gene Cretz, disse que as leis americanas puniriam qualquer tentativa de atacar Kadafi.
Reações
O ataque da Otan foi duramente criticado pelo Ministério das Relações Exteriores da Rússia. Em um comunicado, o ministério disse que há "sérias dúvidas" de que o Oeste não esteja mirando o líder líbio e sua família. O premier Vladimir Putin tem criticado duramente os ataques e acusado a Otan de tentar matar Kadafi.
"Os argumentos dos membros da coalizão de que ataques sobre a Líbia não têm como alvo a destruição física de Muamar Kadafi e membros de sua família causam sérias dúvidas", afirmou o ministério. No comunicado, Moscou pede que a coalizão "cesse fogo imediatamente" ao dizer que as mortes entre civis "estão sendo recebidas com preocupação crescente".
A condenação se estendeu ainda ao Parlamento russo. O chefe do Comitê de Relações Exteriores da Câmara Baixa, Konstantin Kosachyov, disse que "mais e mais fatos indicam que o objetivo da coalizão é a destruição física de Kadafi". Kosachyov pediu ainda que os líderes ocidentais deixem clara a posição sobre os ataques aéreos.
De acordo com a agência russa Interfax, Kosachyov teria se dito "totalmente perplexo" diante do que chamou de "silêncio" dos presidentes dos Estados Unidos, França e de líderes de outros países ocidentais. "Temos o direito de esperar que façam uma avaliação imediata, ampla e objetiva das ações da coalizão", disse.
A Rússia se absteve da votação, em março, no Conselho de Segurança da ONU, que autorizou o uso da força na Líbia "para proteger civis".
Também a Venezuela condenou o ataque da Otan. O presidente Hugo Chávez questionou o apoio de alguns países europeus, "como Espanha, França e Itália", aos ataques.
O presidente venezuelano chamou o ataque de "loucura". Em uma entrevista à TV no sábado, ele disse acreditar que "a ordem que eles (EUA e Otan) deram é a de matar Kadafi". Aliado do líder líbio, Chávez tem insistido na via de negociações para acabar com a crise. Ele é apoiado por outros países latinoamericanos, como Cuba e Bolívia.

Menino-bomba 'de 12 anos' mata quatro no Afeganistão


Taleban anunciar uma nova ofensiva no país contra tropas estrangeiras, forças de segurança afegãs e integrantes do governo

BBC Brasil

Um menino-bomba que teria apenas 12 anos de idade matou quatro pessoas no Leste do Afeganistão, em um de vários ataques realizados neste domingo, um dia após o taleban anunciar uma nova ofensiva no país.
Cerca de doze pessoas ficaram feridas depois que o menino detonou seus explosivos em um mercado local lotado na província de Paktika, matando um três homens e uma mulher, de acordo com informações do governo local.
Na cidade de Ghazni, um atirador abriu fogo contra a polícia em um posto de checagem, matando dois policiais e dois civis.
Uma bicicleta-bomba perto da delegacia de polícia da cidade deixou 13 civis feridos.
Taleban
No sábado, o taleban declarou que está iniciando uma nova campanha de ataques contra tropas estrangeiras, as forças de segurança afegãs e integrantes do governo.
Organizações internacionais, incluindo a ONU, pediram que seus funcionários evitem sair a não ser que isso seja absolutamente necessário.
Em Kandahar, no sul do país, e em outras cidades, milhares de soldados e policiais extras foram convocados.
Uma retirada gradual de tropas estrangeiras está maracada para começar em julho deste ano, como parte da transferência de controle para as forças de segurança afegãs. 

Grávida é esfaqueada pelo marido na BA

Bebê passa bem, mas mãe continua internada e não tem previsão de alta
Do R7 com Itapoan Online


Na última sexta-feira (29), uma grávida foi esfaqueada pelo marido no bairro de Cajazeiras, em Salvador (BA).

A mulher, que está grávida de um mês, está internada no HGE (Hospital Geral do Estado). Segundo informações do hospital, ela não tem previsão de alta. O bebê passa bem.

O marido, Diego Leite dos Santos, está preso na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher.



fonte: http://noticias.r7.com/cidades/noticias/gravida-e-esfaqueada-pelo-marido-na-ba-20110501.html

ONU anuncia que abandona capital da Líbia após ataques.


Atos a embaixadas na Líbia provocaram também a reação do Reino Unido
Do R7, com agências internacionais


Mahmud Turkia/AFP
Imagem tirada durante um passeio guiado pelo governo de Gaddafi mostra a queima de uma bandeira americana

Autoridades da ONU (Organização das Nações Unidas) em Trípoli, capital da Líbia, se preparam para deixar a cidade devido a conflitos no local, afirmou Stephanie Bunker, porta-voz do escritório da ONU para coordenação de assuntos humanitários.
- A ONU está se preparando para deixar Trípoli. Aparentemente, houve uma agitação em Trípoli, e eles decidiram deixar a cidade.
Pouco antes, o governo britânico anunciou neste domingo (1º) a expulsão do embaixador da Líbia em Londres, Omar Jelban, a quem declarou "pessoa non grata" após o ataque sofrido nas últimas horas pela embaixada do Reino Unido em Trípoli.
O ministro de Relações Exteriores do Reino Unido, William Hague, afirmou que a expulsão aconteceu de acordo com o artigo 9 da Convenção de Genebra sobre relações diplomáticas entre países, e declarou que Jelban tem 24 horas para deixar o país.
Várias representações diplomáticas foram atacadas, de acordo com relatos iniciais publicados por jornais estrangeiros, após um suposto ataque contra um edifício que pertence a Saif al Arab, filho mais novo do ditador da Líbia, Muammar Gaddafi.
O governo de Gaddafi anunciou que foi uma tentativa de assassinato e que seu filho e três netos morreram no ato. A Otan (aliança militar ocidental) nega ter focado em um alvo civil.
Já os rebeldes líbios colocaram em dúvida o relato do regime do ditador, alegando que, pelas imagens veiculadas, seria impossível Gaddafi ter escapado do local com vida caso ele realmente tivesse ocorrido.


Rede Online do PlayStation volta esta semana

Dados de usuários do sistema foram furtados em ataque virtual
Do R7


Getty Images
Há suspeitas de que até o número de cartão de crédito dos jogadores foi furtado




A Sony informou neste domingo (1º) que a rede online do videogame PlayStation, usada pelos jogadores para disputar games online e baixar conteúdos como filmes e música, vai começar a ser restabelecida nesta semana. O sistema está fora do ar desde o último dia 20, em razão de um ataque virtual – informações pessoais dos usuários, como nome e endereço, foram obtidas por hackers.
De acordo com a empresa, a volta da PlayStation Network vai ser gradual, de acordo com a região, e vai começar pelos serviços que envolvem jogos, música e vídeos.
Quando a rede for estabelecida, os usuários terão obrigatoriamente de trocar a senha de acesso, em razão de os piratas virtuais terem obtido esses dados. A troca do código poderá ser feita apenas no PlayStation em que a conta foi ativada.
Kazuo Hirai, presidente-executivo da Sony, classificou as ações dos hackers como “ato criminoso”.
– Esses ataques ilegais obviamente mostram o crescimento dos problemas com segurança virtual. Nós levamos a segurança dos nossos clientes muito a sério e estamos comprometidos em ajudar as pessoas a proteger suas informações pessoais. Além disso, nossa empresa tem trabalhado contra o relógio para que o serviço seja restabelecido.
Na última quarta-feira (26), a Sony informou que uma “pessoa não autorizada” teve acesso a acesso a dados como nome, endereço (incluindo país, cidade, Estado e CEP) e e-mail de usuários da PlayStation Network.

A empresa disse ainda que “é possível” que dados do perfil do usuário, incluindo histórico de compras, endereço e o login e senha usados pela pessoa no sistema, tenham vazado.
– Apesar de não haver evidências de que dados de cartão de crédito foram obtidos, nós não podemos descartar essa possibilidade. Se você forneceu seu cartão de crédito por meio da PlayStation Network ou do Qriocity, como medida de cautela nós avisamos que seu número de cartão de crédito [excluindo o código de segurança] e a data de validade podem ter sido furtados.
Por isso, a empresa pediu que os usuários da rede sejam cuidadosos possíveis golpes que são realizados por e-mail, telefone e correio – essas informações confidenciais que vazaram podem ser usados por piratas virtuais para conseguir outros dados do internauta. A Sony diz que não vai entrar em contato com os usuários de nenhum modo, incluindo e-mail, para pedir o número de cartão de crédito ou outras informações pessoais.

Veja também

Notícias mais vistas dos últimos 30 dias

SEGUIDORES ILUSTRES

Pensamento do Dia - colaboração do Leitor do Jornal Cidade em Foco Sr Marcos Roberto SP/SP

O que não te destrói, te fortalece.



Por mais que pareçam difíceis seus problemas, use-os como instrumento a seu favor, um dia verás que conseguiu superar e foi vitorioso. Fique firme, não desista, lute e conquiste, estamos torcendo por você.
Palavras da Redação do Jornal Cidade em Foco

Nossos leitores em 151 países do Mundo - Our readers in 119 countries

Redação - dra.rosangelamatos@hotmail.com

Nossos Seguidores no Twitter @DraRosangelaM

Visitantes

Mural de Recados

"este espaço acima é reservado aos internautas, fiquem a vontade, façam bom uso"