JORNAL CIDADE EM FOCO AZ: 17/02/2011

notícias do Brasil e do Mundo

DRTV - RADIO ON LINE AO VIVO

Para pedir sua musica no xat ao vivo acesse: DRTV - RADIO ONLINE - Direção e Apresentação: Dj Dirceu e Rosangela Matos - Jornalista MTB 54903/SP
Um oferecimento de Revista Champagne News
Watch live streaming video from revistachampagnenews at livestream.com

Corinthians e Internacional brigam por Alex

O meia revelou o interesse em voltar a atuar no futebol brasileiro
Alex pode ser o novo 10 do Corinthians
 Palmeiras e São Paulo correm por fora nessa disputa.
Alex confirmou que pessoas ligadas ao Colorado e ao Timão já entraram em contato para saber da possibilidade dele voltar a atuar no Brasil. No ano passado, ele também chegou a despertar o interesse de Palmeiras e São Paulo, mas as negociações não foram para frente.

O próprio meia revelou o desejo de voltar ao Brasil, por pelo menos seis meses, principalmente por sua mulher estar grávida. Por isso, Alex deixou claro que o sonho de retornar está mais perto de acontecer do que todos esperam.


No entanto, Corinthians e Internacional teriam que convencer os dirigentes do Spartak de Moscou a liberar o meia, que vem sendo considerado um dos principais jogadores do clube russo nos últimos anos.


Com 28 anos, Alex acabou ganhando destaque defendendo o Guarani entre os anos de 2003 e 2004, mas seu melhor momento foi no Internacional, onde ficou até 2009. Foram 168 jogos e 56 gols. No Colorado conquistou quatro vezes o Campeonato Gaúcho, uma Libertadores, uma Sul-Americana e um Mundial de Clubes da Fifa. Boas atuações lhe renderam algumas convocações para a Seleção Brasileira.
Enviado por: alex

Inadimplência impede filiação de empresas ao Simples Nacional

CORREIO BRAZILIENSE - ECONOMIA
Das 234.838 solicitações de micro e pequenos empresários para filiação ao Simples Nacional, no mês de janeiro, 111.272 (47,38%) foram indeferidas por causa, principalmente, de débitos tributários com União, estados e municípios.

A informação é do secretário executivo do Comitê Gestor do Simples Nacional, Silas Santiago. Ele disse que os números foram divulgados anteontem (15), mas ainda podem mudar, porque o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) teve problemas de processamento e está revendo se mais empresas podem entrar no sistema.

O balanço mostra que 119.726 pedidos foram deferidos, equivalentes a 50,98% do total. Além das 111.272 solicitações indeferidas, houve 3.824 (1,63%) cancelamentos, e 16 pedidos (0,01%) ficaram pendentes. Números que devem permanecer praticamente inalterados, mesmo depois da revisão, de acordo com o secretário.

Na avaliação do gerente de Políticas Públicas do Sebrae, Bruno Quick, o problema evidencia as dificuldades das micro e pequenas empresas, agravadas pela recente crise financeira mundial, pela valorização do real e pela concorrência de produtos importados.

Empresas fora do Simples Nacional, que recolhem tributos pelo lucro presumido podem parcelar débitos com a União, exceto os do próprio sistema e impostos e contribuições retidos na fonte, como o Imposto de Renda (IR) e o recolhimento para o Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS).

Também há casos de estados que permitem parcelamento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) e de municípios que negociam o Imposto Sobre Serviço (ISS). Muitos empresários não recorrem a esses parcelamentos por pura desinformação, de acordo com Bruno Quick.

No mês passado, a Receita Federal do Brasil excluiu 31 mil empresas do Simples Nacional por problemas de débito com o Fisco. Problema que afeta cerca de 500 mil empresas, com risco de exclusão. %u201CHá uma bomba-relógio prestes a explodir. E o pior é que muitas empresas não podem sequer parcelar os débitos%u201D, alerta o gerente do Sebrae.

A expectativa de solução para esse tipo de problema está, segundo ele, na aprovação de mudanças propostas pelo Projeto de Lei Complementar 591/10 que, entre outras medidas, estabelece parcelamento de débitos tributários das empresas do Simples Nacional.
fonte:   http://www.aasp.org.br/aasp/imprensa/clipping/cli_noticia.asp?idnot=9367

Jovens com variante de gene lidam melhor com pais problemáticos

Estudo foi feito em famílias com histórico de abuso de substâncias químicas, problemas mentais e com a justiça.

 Alessandro Greco, especial para o iG

Crianças e adolescentes que tem uma variação em um gene ligado ao sistema de compensação no cérebro parecem lidar melhor com o fato de terem pais que abusam de substâncias químicas, tem problemas mentais ou com a justiça do que aquelas que não têm a variante. Ao menos é o que mostra uma pesquisa feita nos Estados Unidos e que foi publicada nesta quarta-feira (16) na revista Neuropsychopharmacology.


O gene, que codifica um receptor celular de neurotransmissores chamado receptor mu opióide, já havia demonstrado em outros estudos que eram importante para o comportamento social de macacos rhesus e camundongos. “Estávamos certos da importância do sistema opióide na mediação de aspectos ligados à compensação durante a interação social. O que não sabíamos ainda era se uma pequena mudança em um gene que codifica para um receptor opióide seria significativa”, afirmou ao iG William Copeland, autor da pesquisa, e professor da Universidade de Duke, nos Estados Unidos.
A pesquisa, feita com 226 crianças e adolescentes com idades entre 9 e 17 anos, mostrou que aquelas que vieram de lares problemáticos e tinham a variante do receptor tiveram menos brigas e mais interações prazerosas com seus pais do que aquelas que não tinham a tal variante. Uma associação semelhante, no entanto, não ocorreu com as crianças que vieram de lares estáveis.
A descoberta de que quem tem um gene que regula opióides consegue, ainda quando criança, ter uma relação melhor com pais problemáticos do que as que não tinham o gerou outra dúvida. Os pesquisadores queriam saber qual era o motivo de uma variação genética como esta sobreviver ao longo do tempo.

“Um motivo para que ela seja conservada é que pode conferir uma vantagem evolutiva em algumas situações. Neste caso, ao aumentar a sensibilidade de compensação, o receptor mu opióide pode aumentar os laços sentimentais em situações em que os pais não estão”, explicou Copeland.


Por isso entender a relação entre genética e relações sociais é uma atividade crítica. “O relacionamento interpessoal é fundamental no desenvolvimento normal [de uma pessoa] além de ser importante também para entendermos as causas e origens boa parte dos mais importantes distúrbio.

fonte: s psiquhttp://ultimosegundo.ig.com.br/ciencia/jovens+com+variante+de+gene+lidam+melhor+com+pais+problematicos/n1238014092866.htmliátricos”, afirmou.

Votação do mínimo teve samba, bombom e papagaio de pirata

Ao longo de quase dez horas de discussão, parlamentares protagonizaram cenas curiosas ao microfone e fora dele.

Nara Alves, iG São Paulo, e Andréia Sadi, iG Brasilia | 17/02/2011 07:30 - Atualizada às 16:05
Nas quase dez horas em que discutiram e aprovaram o reajuste do salário mínimo para R$ 545, os deputados protagonizaram cenas curiosas, ao microfone ou fora dele. Quando a sessão já estava prestes a terminar, nada menos do que 495 parlamentares se amontoavam no plenário da Câmara. Entre as fileiras de poltronas, houve desde samba até distribuição de bombons, passando por sonecas e beijos lançados em direção às câmeras.
Foto: iG 
O deputado Adrian Mussi, do PMDB do Rio, falava ao celular quando mandou um beijo em direção à câmera da TV Câmara
Beijo, mãe!
Enquanto o deputado Paulo Pereira da Silva, o Paulinho da Força (PDT-SP), defendia a proposta derrotada de R$ 560, o deputado Adrian Mussi (PMDB-RJ) acabou fazendo as vezes de papagaio de pirata. O parlamentar falava ao telefone com alguém que, aparentemente, o identificou nas transmissões da TV Câmara. Sorridente, ele aproveitou a chance. Entrou no quadro e mandou um beijo em rede nacional.
Samba-enredo
Por seu histórico no movimento sindical combinado ao empenho do governo em segurar o mínimo em R$ 545, o deputado federal Vincentinho (PT-SP) foi recebido com um “samba-protesto” (clique para assistir ao vídeo). Integrantes de centrais sindicais que acompanharam a sessão em Brasília e brigavam por um valor de pelo menos R$ 560 cantaram, em coro: “Você pagou com traição. A quem sempre lhe deu a mão”.
Zzzzzzzzzzzzzzzz....
Apesar da eloquencia com que os deputados discutiram o reajuste do mínimo, a deputada Erundina (PSB-SP) não aguentou. Caiu no sono discretamente em plena Câmara. Durante a soneca de 15 minutos, a deputada não perdeu a elegância.
Foto: Agência Brasil
Deputada Perpétua Almeida (PC do B-AC) distribuiu até bombons aos colegas da Câmara
Bombom
A deputada veterana Perpétua Almeida (PC do B-AC) dirigiu-se ao plenário da Câmara preparada para enfrentar horas e horas de discussão sobre o salário mínimo. Perpétua levou até bombons, que distribuiu aos colegas durante a sessão extraordinária.
Está claro?
Os deputados Miro Teixeira (PDT-RJ) e ACM Neto (DEM-BA) se estranharam em alto e bom som ao microfone. Referindo-se a ACM Neto, Miro acusou: “Biografias estão riscadas!”. E ACM Neto respondeu: “Só se for a sua!”. Alguns segundos de silêncio depois, ACM Neto esclareceu: “A sua biografia!”
Pegadinha do Martinho
O deputado Rogério Martinho (PSDB-RN) inscreveu-se para falar a favor do projeto de lei do governo para reajustar do mínimo. Na verdade, porém, ele era contrário ao valor proposto pelo Planalto, mas entrou na fila do microfone mesmo assim. “Sou a favor do reajuste, só sou contra o valor...”. A explicação não colou. Para garantir tempos iguais aos dois lados da discussão, o presidente da Câmara, Marco Maia (PT-RS), teve de ampliar a lista, incluindo mais um nome favorável ao valor do governo.

fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/politica/votacao+do+minimo+teve+samba+bombom+e+papagaio+de+pirata/n1238015233056.html 

Oscar Godói é baleado em tentativa de assalto em São Paulo

Ex-árbitro teve pulmão perfurado e bala ficou alojada no pescoço. Ele foi submetido a cirurgia na madrugada desta quinta-feira.

Foto: Reprodução/Milton Neves
O ex-árbitro Oscar Roberto Godói, de 55 anos, foi baleado na noite de quarta-feira em uma tentativa de assalto no bairro de Perdizes, Zona Oeste de São Paulo. Ele levou três tiros, um no tórax, um no pescoço e outro de raspão na barriga, após ser abordado por um homem quando estacionava seu carro na altura do nº 531 da rua Diana.
Investigadores do 23º Distrito Policial, onde o caso foi registrado, disseram que câmeras de um prédio vizinho gravaram as imagens da tentativa de assalto. O vídeo mostra que Godói se atracou com o criminoso e os dois caíram no chão, quando ocorreram os disparos.
Uma equipe de resgate encaminhou Godói para o HC (Hospital das Clínicas), onde ele foi sedado e submetido a cirurgia exploratória para avaliar a complexidade das lesões. Um dos pulmões do ex-árbitro foi perfurado por uma das balas e outra ficou alojada entre sua coluna cervical e veia jugular.
Médico, vereador e conselheiro do São Paulo, Marco Aurélio Cunha, afirmou que o quadro é grave, mas está controlado. O HC ainda não se pronunciou oficialmente. Um boletim médico é esperado para os próximos minutos.
De acordo com investigador do 23º DP, nenhum pertence do ex-árbitro foi roubado na tentativa de assalto. O suspeito continua foragido.
Godói, que também é jornalista formado, foi comentarista de arbitragem da "TV Bandeirantes" e trabalha atualmente na rádio "Transamérica". Na noite de quarta, ele saiu para jantar com o empresário de futebol Francisco Monteiro, o Todé, o ex-atacante Luizão, e Valdir Joaquim de Moraes, ex-preparador de goleiros. 

fonte: http://esporte.ig.com.br//futebol/oscar+godoi+e+baleado+em+tentativa+de+assalto+em+sao+paulo/n1238015280916.html

Chuva deixa regiões de São Paulo em estado de atenção

Zona norte, rua da Consolação e Guarulhos, na Grande São Paulo, registraram chuva de granizo nesta tarde

Foto: AE
 A chuva que atinge a região metropolitana de São Paulo nesta quinta-feira deixa as zonas sul e oeste e a região da Marginal Pinheiros em em estado de atenção, informou o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura. As outras regiões da cidade saíram do estado de atenção às 17h30. Neste momento, são registrados cinco pontos de alagamento na capital.
A Defesa Civil municipal decretou estado de atenção para deslizamentos nas regiões de Cidade Tiradentes, Penha, Jabaquara, Ipiranga e Vila Prudente. A zona leste, Ipiranga, Jaçanã/Tremembé, Vila Maria/Guilherme, Santana/Tucuruvi e Casa Verde estão em estado de atenção para enchentes. A cidade já enfrentou fortes chuvas nesta quarta-feira.
De acordo com o Corpo de Bombeiros, está em operação chuvas intensas com equipes preparadas com botes e coletes salva-vidas. A corporação já atendeu um chamado na Vila Galvão, em Guarulhos, por conta de um veiculo ilhado devido a chuva.
De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), às 17h44, a cidade tinha 104 quilômetros de lentidão, índice acima da média para o horário. Os piores pontos estavam no Corredor Norte/Sul, sentido Aeroporto, da rua Santa Generosa até o viaduto Indianópolis (4,2 km); na Marginal Tietê, sentido Ayrton Senna, pista expressa, da ponte Janio Quadros até a ponte Aricanduva (4,1 km); no Elevado Presidente Arthur da Costa e Silva, sentido Penha, da rua Tupi até a rua da Consolação (2,3km); e na avenida Salim Farah Maluf, sentido Marginal, da rua Montesina até a avenida Sapopemba (2,2 km).
Segundo o CGE, as instabilidades que atingiram inicialmente as zonas norte e Llste da capital se deslocaram para a região central e zona oeste. Conforme imagens de radar, as chuvas atingem de maneira forte os bairros de Butantã e Pinheiros. No centro, chove moderado. Nas zonas norte, leste e parte da zona sul, a precipitação é fraca.
fonte: http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/sp/chuva+deixa+regioes+de+sao+paulo+em+estado+de+atencao/n1238017866214.html

Twitter pode ser usado contra você

FOLHA DE S. PAULO - COTIDIANO - 30.1.2011 


















O vendedor P. H. S., 19, está pagando, a prestação, o preço de uma tuitada inconsequente.
Morador de Ipameri, cidadezinha do interior de Goiás, ele não viu nenhum problema em postar no seu perfil do microblog uma foto de uma garota em trajes sumários.
Processado por danos morais, teve de pagar à vítima -maior de idade- R$ 3.000. Como não tinha todo o dinheiro, vai desembolsar por mês R$ 150, em 20 vezes.
O caso ilustra uma situação cada vez mais corriqueira: os desabafos, os comentários e as brincadeiras de mau gosto facilmente esquecíveis se ditos em mesa de bar se amplificam se feitos nas redes sociais, com consequências na vida profissional e legal do internauta desbocado.
Antes de P., outras pessoas, incluindo aí os famosos, tiveram problema.
O comediante Danilo Gentilli foi investigado pelo Ministério Público por acusação de racismo após ter feito uma piada em que comparava, no Twitter, o gorila King Kong a jogadores de futebol.
Há casos em que a tuitada não vira caso de Justiça, mas acaba em boa dor de cabeça.
Rita Lee criticou a construção do estádio do Corinthians em Itaquera. Chamou o bairro da zona leste paulistana de "c... de onde sai a bosta do cavalo do bandido". Gal Costa disse que os conterrâneos baianos eram preguiçosos. As duas ouviram poucas e boas do público.
As empresas têm ficado de olhos nos perfis de seus funcionários. Dois rapazes, um da região de Campinas, outro de Piracicaba, acabaram demitidos por justa causa após postagens inconsequentes.
O primeiro publicou no Orkut que estava furtando notas fiscais da empresa onde trabalhava. O segundo postou no YouTube um vídeo em que dava cavalos de pau com a empilhadeira da empresa.
Ambos entraram com ações na Justiça do Trabalho a fim de reverter o caráter da demissão, mas perderam.
Juliana Abrusio, professora de direito eletrônico da universidade Mackenzie, aponta que o afã de fazer um desabafo, de exprimir uma opinião ou de simplesmente demonstrar atitude crítica em relação a algo faz com que as pessoas percam a ideia do alcance da internet.
"Se você fala mal de alguém numa mesa de bar com seis pessoas, ele fica ofendido, mas é suportável. Quando vai para 6.000 ou 6 milhões de pessoas, a pessoa pode ser destruída", afirma.
Renato Opice Blum, advogado especializado em crimes digitais, diz que o Brasil tem mais de 30 mil decisões judiciais relacionadas à internet. Só em seu escritório há cerca de 5.000 mil ações.
Um fotógrafo colaborador do Grupo Folha acabou afastado após publicar no Twitter uma declaração considerada ofensiva aos torcedores do Palmeiras, na sede do clube. Foi agredido fisicamente.
É preciso ter bom senso nas redes, dizem advogados
DE SÃO PAULO
As crescentes ações na Justiça fomentadas pelo mau uso da internet podem ser facilmente evitadas, segundo advogados consultados pela Folha. Basta ter bom senso.
"As pessoas não podem esquecer que a lei não mudou. Na dúvida, não fale mal do companheiro de trabalho, não faça piada com o chefe, não se deixe fotografar em situação vexatória. Tudo vira evidência", afirma a advogada Gilda Figueiredo Ferraz.
Segundo Alessandro Barbosa Lima, dono da empresa E.Life, que oferece serviços de monitoramento de marcas, semanalmente surgem casos de uso indevido das redes sociais por funcionários.
O advogado Eli Alves da Silva, presidente da comissão de direito trabalhista da OAB-SP, diz que não apenas os empregados podem se dar mal com o uso indevido das redes sociais. Empregadores também podem ser punidos e sofrer consequências caso os funcionários reclamem de condições de trabalho.
"Se o empregado reclamar de condições de trabalho que revelem um descumprimento da lei trabalhista, o patrão pode vir a ser punido, caso haja prova dessa ação."
O advogado Renato Opice Blum descreve o que pode ser o limite entre a liberdade de expressão e o crime.
"Se o internauta avançar o limite da crítica normal e partir para o lado da ofensa, pode ser processado pelos crimes de calúnia, injúria e difamação, sem prejuízo de uma indenização. Tem sempre que evitar fazer juízo de valor", afirma o advogado.
Para Blum, a primeira coisa que a pessoa deve fazer ao aderir a uma rede social é ler as regras de uso e conhecer os recursos que o programa oferece ao usuário.
Ele cita como simbólico o casos do diretor da Locaweb, patrocinadora do São Paulo, que criticou o time durante um jogo e foi demitido.


(JAMES CIMINO e EVANDRO SPINELLI)
fonte: http://www.rodriguesdefranca.adv.br/2011/01/twitter-processo-danos-morais-liberdade.html

Curso Gratuito de Horticultura Urbana em São Paulo

Nova turma dia 22 de fevereiro (22, 24, 01 e 03) - TURMAS DE MANHÃ E A TARDE
Projeto de educação ambiental da Ong INRI promove o desenvolvimento das práticas de cultivo em pequenos espaços.

As oficinas serão desenvolvidas no Viveiro Ramá, que fica na Rua Dourados, n° 7, Vila Guilhermina, próx. Ao Metrô.

Conteúdo Programático do curso de Horticultura Urbana e Educação Ambiental

- Escolher o  local da horta.
- Preparar o terreno.
- Tipos de plantio.
- Ferramentas de trabalho
- Tipo de adubos
- Compostagem doméstica
- Minhocário doméstico
- Combater  as pragas e doenças
- Utilizar  plantas como repelente
- Preparo do canteiro para plantio em solo
- Criar a floreira
- Criar o do canteiro


As oficinas tem como objetivo capacitar o participante  para o cultivo e manejo orgânico de hortaliças em pequenas dimensões de terreno, utilizando garrafas PET, vasos e etc.

As oficinas serão compostas de aulas práticas e teóricas, na qual os participantes aprenderão a preparar o substrato (solo), drenagem, selecionar e preparar as mudas, semear e produzir compostos orgânicos através dos resíduos sólidos produzidos em casa, onde habitualmente é destinado ao lixo, diminuindo assim, a quantidade de resíduos produzidos nos lares, beneficiando o meio ambiente.

O curso de Horticultura Urbana e Orgânica é uma etapa do projeto “Trilha Plena dos Sentidos”, desenvolvido pela OnG INRI – Instituto Nacional de Renovação Integrado, tendo como financiador o FEMA SP – Fundo Especial do Meio Ambiente e a Secretaria de Meio Ambiente do Município de São Paulo, e tem como objetivo sensibilizar e mobilizar a comunidade e entorno da Vila Guilhermina através da educação ambiental para agirem de forma sustentável, respeitando qualquer forma de vida e deixando o ambiente melhor para as futuras gerações.

As inscrições são gratuitas,  podem ser feitas na sede do INRI, que fica na Rua Dr. Campos Moura, 408, Artur

Alvim ou através do telefone (11) 2743-8152.

Email: projetos.inri@gmail.com  - site : www.inri.org.br 


Elizabeth Barbosa
Psicologa Clinica e Ecopsicologa
(11) 9630 0954 (vivo)
http://bichodomeio.blogspot.com/
twitter:  @Bethecopsico
Saiba mais sobre os  ODM-SP http://odmsp.blogspot.com/

Veja também

Notícias mais vistas dos últimos 30 dias

SEGUIDORES ILUSTRES

Pensamento do Dia - colaboração do Leitor do Jornal Cidade em Foco Sr Marcos Roberto SP/SP

O que não te destrói, te fortalece.



Por mais que pareçam difíceis seus problemas, use-os como instrumento a seu favor, um dia verás que conseguiu superar e foi vitorioso. Fique firme, não desista, lute e conquiste, estamos torcendo por você.
Palavras da Redação do Jornal Cidade em Foco

Nossos leitores em 151 países do Mundo - Our readers in 119 countries

Redação - dra.rosangelamatos@hotmail.com

Nossos Seguidores no Twitter @DraRosangelaM

Visitantes

Mural de Recados

"este espaço acima é reservado aos internautas, fiquem a vontade, façam bom uso"