notícias do Brasil e do Mundo

DRTV - RADIO ON LINE AO VIVO

Para pedir sua musica no xat ao vivo acesse: DRTV - RADIO ONLINE - Direção e Apresentação: Dj Dirceu e Rosangela Matos - Jornalista MTB 54903/SP
Um oferecimento de Revista Champagne News
Watch live streaming video from revistachampagnenews at livestream.com

Notícias da Alemanha - Alemanha pretende parar de usar energia nuclear até 2022

ENERGIA ATÔMICA A usina nuclear Neckarwestheim-2 foi a última inaugurada na Alemanha, em abril de 1989. A legislação atual, que o governo alemão pretende modificar, prevê seu desligamento em 2022

A Alemanha vai desligar todas as usinas nucleares do país até 2022 e planeja reduzir o uso de energia em 10 por cento até 2020, após acordo da coalizão liderada pela chanceler Angela Merkel.
A decisão pode ser até mais ambiciosa do que a saída da energia nuclear planejada pela coalizão entre sociais-democratas e verdes quando estavam no poder em 2000, pois desativa oito das 17 usinas nucleares do país imediatamente e outras seis em 2021, mas ainda pode enfrentar oposição de empresas do setor.
Há somente nove meses Merkel anunciou uma ampliação da utilização das impopulares usinas nucleares em 12 anos em média. Em março, após o terremoto e tsunami que provocaram um acidente na usina nuclear japonesa de Fukushima, Merkel reverteu essa decisão e colocou toda a política para energia nuclear do país sob revisão.
"Nosso sistema energético tem de ser mudado fundamentalmente e pode ser mudado fundamentalmente. Queremos que a eletricidade do futuro seja segura e, ao mesmo tempo, confiável e econômica", disse a jornalistas nesta segunda-feira.
Além de parar de usar a energia nuclear, a Alemanha também planeja reduzir o uso de eletricidade em 10 por cento até 2020 e dobrar a participação de fontes renováveis de energia para 35 por cento no mesmo período, segundo um documento do governo obtido pela Reuters.
Merkel não deu mais detalhes do plano, mas o documento afirma que a meta alemã de reduzir a emissão de gases do efeito estufa em 40 por cento até 2020 está mantida.
A maioria dos eleitores na Alemanha é contra a energia atômica, que fornecia 23 por cento da energia do país antes de sete unidades antigas serem fechadas em março.
(Reportagem de Annika Breidthardt, Andreas Rinke e Hans-Edzard Busemann; reportagem adicional de Vera Eckert, Peter Dinkloh, Josie Cox e Jonathan Gould em Frankfurt)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja também

Notícias mais vistas dos últimos 30 dias

SEGUIDORES ILUSTRES

Pensamento do Dia - colaboração do Leitor do Jornal Cidade em Foco Sr Marcos Roberto SP/SP

O que não te destrói, te fortalece.



Por mais que pareçam difíceis seus problemas, use-os como instrumento a seu favor, um dia verás que conseguiu superar e foi vitorioso. Fique firme, não desista, lute e conquiste, estamos torcendo por você.
Palavras da Redação do Jornal Cidade em Foco

Nossos leitores em 151 países do Mundo - Our readers in 119 countries

Redação - dra.rosangelamatos@hotmail.com

Nossos Seguidores no Twitter @DraRosangelaM

Visitantes

Mural de Recados

"este espaço acima é reservado aos internautas, fiquem a vontade, façam bom uso"