JORNAL CIDADE EM FOCO AZ: Brasil terá projetos de tecnologia em saúde e ensino em copa universitária

notícias do Brasil e do Mundo

DRTV - RADIO ON LINE AO VIVO

Para pedir sua musica no xat ao vivo acesse: DRTV - RADIO ONLINE - Direção e Apresentação: Dj Dirceu e Rosangela Matos - Jornalista MTB 54903/SP
Um oferecimento de Revista Champagne News
Watch live streaming video from revistachampagnenews at livestream.com

Brasil terá projetos de tecnologia em saúde e ensino em copa universitária


Equipes de Pernambuco venceram etapa nacional da Imagine Cup 2011.
Grupos agora participam de fase internacional, vencida pelo Brasil em 2009.

Vinícius SgarbeDo G1 PR
Equipe vencedora na categoria 'sistemas
embarcados' (Foto: Vinícius Sgarbe/G1 PR)

A etapa nacional do Imagine Cup 2011, competição entre estudantes de tecnologia organizada pela Microsoft, premiou projetos diretamente relacionados às áreas de saúde e educação, nas categorias “sistemas embarcados” e “projeto de software”, respectivamente. As equipes vencedoras foram anunciadas em Curitiba, no começo da noite desta quarta-feira (4), e vão representar o país na final mundial da competição, em Nova York, entre 8 e 13 de julho. Ao todo, seis projetos competiram na etapa final.
Na categoria "sistema embarcado", com programas criados para equipamentos distintos do computador ("são programas que podem estar em qualquer produto, como um carro, por exemplo", explica o diretor da Microsoft para a região Sul, Adriano Della Coletta) o vencedor foi o projeto “1stCareTaker”, feito por estudantes de Recife. Trata-se de um sistema para medições elementares relacionadas ao atendimento médico, como temperatura e pressão arterial.
Em entrevista ao G1, o estudante Iury Luã de Melo Pereira disse que “não serve apenas para agilizar o atendimento, ou definir prioridades de atendimento onde há muitas filas, mas também em situações de desastres naturais, como no Japão”. O protótipo custou cerca de US$ 47, segundo Pereira.
Já o “projeto de software” campeão foi o “EduAcademy”, também feito no Recife. A ideia é uma plataforma educacional em nuvem, ou seja, armazenada na internet e acessível de qualquer ponto com rede. O produto reúne “serviços e ferramentas de comunicação e aprendizagem”.
Na apresentação de Adailson de Castro, um dos desenvolvedores, explicou que o projeto é uma rede social. "O que desenvolvemos foi uma base para que outros possam aprimorar livremente ou criar novos aplicativos", disse. O funcionamento é similar ao do Facebook, onde recursos podem ser instalados separadamente.
Os critérios utilizados para selecionar os representantes brasileiros na etapa internacional da Imagine Cup foram “relevância do problema que a solução se propões a resolver, quão inovador é o projeto, arquitetura técnica, experiência do usuário e viabilidade comercial”. As soluções propostas tinham de estar ligadas às oito metas do milênio estabelecidas pela Organização das Nações Unidas.
Oportunidade
Esta é a nona edição do Imagine Cup. “Todas as vezes brasileiros estiveram entre os três primeiros lugares da etapa mundial”, orgulha-se o presidente da Microsoft no Brasil, Michel Levy. Para ele, “talento não escolhe região geográfica nem classe social, mas oportunidade sim”.
Sistema ajudaria família a economizar até R$ 40
por mês em energia (Foto: Vinícius Sgarbe/G1 PR)
“É preciso reunir educação, inovação e desenvolvimento sustentável. O Imagine Cup é uma fábrica de ideias e talentos, onde jovens inspiram outros jovens a procurar uma carreira em tecnologia”, afirmou.
Entre primeiro e terceiro lugar, na última etapa, os prêmios variam de US$ 3 mil a US$ 25 mil, de acordo com a categoria, para equipes de dois a quatro membros. Os brasileiros selecionados para competir em Nova York viajam de graça. Uma equipe do Brasil venceu a competição de 2009. No ano seguinte, o país ficou com a segunda colocação.
Em 2011, o Brasil teve o segundo maior número de inscritos, atrás somente da Índia. Mais de 47 mil pessoas participaram das etapas brasileiras.
Mais soluçõesA equipe da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) desenvolveu um equipamento que, segundo eles, serivira para atender “87,5% das empresas do país”. Batizado de “Vesum”, o produto é um computador simplificado, com custo bem menor que o de um netbook.
O software, escrito em apenas 1,5 mil linhas de código, é baseado na "simplicidade dos caixas eletrônicos", segundo o professor de engenharia de software Paulo Cezar Stadzisz. "É uma maneira de dar a cabeleireiros, pintores, pipoqueiros ou vendedores de cachorro-quente uma oportunidade de organizar o negócio”, afirma. O programa grava entradas e saídas de caixa, facilitando na gestão das pequenas empresas.
O grupo ficou em terceiro lugar em “sistemas embarcados”. Os estudantes têm uma empresa “incubada” na Universidade, pela qual pediram a patente do produto.
Com pequenos espelhos colados em uma antena parabólica e outros periféricos, outra equipe do Recife garantiu o segundo lugar na categoria. O conjunto de aparatos tem custo estimado de R$ 2 mil, e segundo os desenvolvedores, pode gerar até R$ 40 de economia na conta de luz de uma família de quatro pessoas por mês.
Os outros dois projetos de desenvolvimento de software tratavam do monitoramento online dos gastos com água em uma residência (segundo lugar, também de Recife) e da gestão compartilhada de projetos sociais (terceiro lugar, de Belo Horizonte).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja também

Notícias mais vistas dos últimos 30 dias

SEGUIDORES ILUSTRES

Pensamento do Dia - colaboração do Leitor do Jornal Cidade em Foco Sr Marcos Roberto SP/SP

O que não te destrói, te fortalece.



Por mais que pareçam difíceis seus problemas, use-os como instrumento a seu favor, um dia verás que conseguiu superar e foi vitorioso. Fique firme, não desista, lute e conquiste, estamos torcendo por você.
Palavras da Redação do Jornal Cidade em Foco

Nossos leitores em 151 países do Mundo - Our readers in 119 countries

Redação - dra.rosangelamatos@hotmail.com

Nossos Seguidores no Twitter @DraRosangelaM

Visitantes

Mural de Recados

"este espaço acima é reservado aos internautas, fiquem a vontade, façam bom uso"