JORNAL CIDADE EM FOCO AZ: Na Mostra 2010, documentários sobre Banksy e Vik Muniz dialogam sobre função das artes plásticas

notícias do Brasil e do Mundo

DRTV - RADIO ON LINE AO VIVO

Para pedir sua musica no xat ao vivo acesse: DRTV - RADIO ONLINE - Direção e Apresentação: Dj Dirceu e Rosangela Matos - Jornalista MTB 54903/SP
Um oferecimento de Revista Champagne News
Watch live streaming video from revistachampagnenews at livestream.com

Na Mostra 2010, documentários sobre Banksy e Vik Muniz dialogam sobre função das artes plásticas

ALESSANDRO GIANNINI
Editor de UOL Cinema

O artista de rua britânico Banksy na introdução do documentário "Exit Through The Gift Shop"
 
Entre outros temas que se destacam na programação da 34ª Mostra de São Paulo, o das artes plásticas promete mobilizar o público por meio de dois documentários - ambos exibidos no 60º Festival de Berlim, em fevereiro. O documentário "Exit Through The Gift Shop", do anônimo e misterioso artista de rua inglês Banksy, revela os segredos, as manhas e os artifícios dessa nova linhagem que usa as grandes metrópoles como suporte para suas manifestações. A co-produção britânica e brasileira "Lixo Extraordinário", de Lucy Walker, com co-direção de João Jardim e Karen Harley, acompanha o artista plástico Vik Muniz no desenvolvimento de um projeto envolvendo catadores de lixo do Jardim Gramacho, no Rio de Janeiro, um dos maiores aterros sanitários do mundo.

Ambos tocam em temas importantes no âmbito das artes, desde a questão conceitual - o que pode ser considerado arte - até problemas éticos - quais são os limites do artista. Enquanto "Exit Through The Gift Shop" usa a ambiguidade, a secretividade e a subversão como instrumentos narrativos, "Lixo Extraordinário" tem dificuldade de achar o tom e é prejudicado por uma inacreditável falta de unidade e coerência interna.

Assinado pelo misterioso Banksy, que não se deixa gravar sem esconder o rosto e "mascarar" a voz, "Exit Through The Gift Shop" conta a história de um certo Thierry Guetta, artista francês radicado em Los Angeles com compulsão por duas atividades: filmar o próprio cotidiano e acompanhar artistas de rua em suas atividades "subversivas". Na sua coleção de astros da "street art" faltava apenas o mundialmente conhecido, mas notoriamente inacessível, Banksy. Por uma coincidência do destino, o próprio artista chegou até ele e a relação entre ambos evoluiu tanto que o francês se tornou ele próprio um grande nome das artes quase que instantaneamente.

Essa história serve de pano de fundo para montar um painel da arte de rua contemporânea e a dimensão que tomou no âmbito das cidades, dos museus e até das casas de leilão. Justamente por não deixar claro o limite entre o real e a fantasia e também por usar o humor para evitar reverências inúteis, Banksy consegue ser ao mesmo tempo abrangente e pontual nas questões que mais lhe interessam e que têm a ver com o papel das artes plásticas como manifestação popular e de intervenção política.


"Lixo Contemporâneo", por sua vez, acompanha Muniz em busca de personagens para a realização de um projeto que visa expor um problema e melhorar a vida de pessoas que, como ele, nasceram pobres, mas não tiveram oportunidade de crescer e melhorar. "É uma maneira de devolver um pouco daquilo que eu ganhei", diz ele, a certa altura. O filme registra a busca do artista e fotógrafo por personagens no aterro sanitário do Jardim Gramacho, no Rio. Ao encontrá-los, ele enfrenta questões éticas que são expostas diante das câmeras. O problema não está no que é dito, mas no modo como tudo se organiza na tela e abre espaço para aprofundamento das diferenças e sedimentação de preconceitos.

 
fonte: http://cinema.uol.com.br/mostra/2010/ultimas-noticias/2010/10/22/na-mostra-2010-documentarios-sobre-banksy-e-vik-muniz-dialogam-sobre-funcao-das-artes-plasticas.jhtm

Veja também

Notícias mais vistas dos últimos 30 dias

SEGUIDORES ILUSTRES

Pensamento do Dia - colaboração do Leitor do Jornal Cidade em Foco Sr Marcos Roberto SP/SP

O que não te destrói, te fortalece.



Por mais que pareçam difíceis seus problemas, use-os como instrumento a seu favor, um dia verás que conseguiu superar e foi vitorioso. Fique firme, não desista, lute e conquiste, estamos torcendo por você.
Palavras da Redação do Jornal Cidade em Foco

Nossos leitores em 151 países do Mundo - Our readers in 119 countries

Redação - dra.rosangelamatos@hotmail.com

Nossos Seguidores no Twitter @DraRosangelaM

Visitantes

Mural de Recados

"este espaço acima é reservado aos internautas, fiquem a vontade, façam bom uso"