notícias do Brasil e do Mundo

DRTV - RADIO ON LINE AO VIVO

Para pedir sua musica no xat ao vivo acesse: DRTV - RADIO ONLINE - Direção e Apresentação: Dj Dirceu e Rosangela Matos - Jornalista MTB 54903/SP
Um oferecimento de Revista Champagne News
Watch live streaming video from revistachampagnenews at livestream.com

Forças de Gaddafi abandonam partes de Trípoli

Reuters / Brasil Online

Líbia: filho de Kadhafi espera negociações com rebeldes 
foto fonte: http://www.abola.pt/mundos/ver.aspx?id=249417

Por Maria Golovnina e Ahmed Jadallah 

TRÍPOLI (Reuters) - Os bairros pobres de Trípoli, a capital da Líbia, desafiaram abertamente Muammar Gaddafi no sábado, quando sua permanência no poder após 41 anos de governo parecia cada vez mais tênue, em face à revolta em todo o país.
As forças de segurança haviam abandonado o distrito da classe trabalhadora Tajoura após cinco dias de manifestações contra o governo, disseram os moradores a correspondentes estrangeiros que visitaram a área.
Os moradores afirmam que as tropas abriram fogo contra manifestantes que tentavam marchar de Tajoura até a central Praça Verde durante a noite, matando ao menos cinco pessoas. O número não foi confirmado. Um funeral na manhã de sábado para uma das vítimas se transformou em outra demonstração contra Gaddafi.
"Todos no Tajoura saíram contra o governo. Nos o vimos matando nosso povo aqui e em toda a Líbia", disse um homem que se identificou como Ali, de 25 anos, à Reuters. "Nós vamos demonstrar mais uma vez, hoje, amanhã, depois de amanhã, até que eles saiam."
Os eventos em Tajoura contradizem as declarações de Saif al-Islam Gaddafi, filho de Gaddafi, que disse aos repórteres na sexta-feira à noite que a paz estava retornando à Líbia.
Grande parte do leste do país produtor de petróleo, incluindo a cidade de Benghazi, está nas mãos de forças de oposição.
O primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi, o mais forte aliado europeu de Gaddafi, disse em Roma no sábado que Gaddafi já não controlava a Líbia.
Países ocidentais se reuniram para discutir ações punitivas contra Gaddafi e expressar sua indignação com a repressão da revolta, a mais violenta contra a onda de revoltas pró-democracia no mundo árabe, que já derrubaram os líderes da Tunísia e do Egito.
Em Washington, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, assinou uma ordem que proíbe as transações com a Líbia.
"Por qualquer medida, o governo de Muammar Gaddafi violou as normas internacionais e de decência e deve ser responsabilizado por isso", disse Obama em um comunicado nesta sexta-feira.
Diplomatas na ONU disseram que a votação de um esboço da resolução pedindo um embargo de armas à Líbia, bem como proibição de viagens e o congelamento de bens de seus líderes deve ocorrer no sábado, depois que o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse que não se podia esperar.
Diplomatas dizem que cerca de 2 mil ou mais pessoas foram mortas em todo o país. "Há corpos por toda parte. É uma guerra, no verdadeiro sentido da palavra", disse Akila Jmaa, que chegou à Tunísia na sexta-feira depois de deixar o país.

fonte: http://oglobo.globo.com/mundo/mat/2011/02/26/forcas-de-gaddafi-abandonam-partes-de-tripoli-923889537.asp

Veja também

Notícias mais vistas dos últimos 30 dias

SEGUIDORES ILUSTRES

Pensamento do Dia - colaboração do Leitor do Jornal Cidade em Foco Sr Marcos Roberto SP/SP

O que não te destrói, te fortalece.



Por mais que pareçam difíceis seus problemas, use-os como instrumento a seu favor, um dia verás que conseguiu superar e foi vitorioso. Fique firme, não desista, lute e conquiste, estamos torcendo por você.
Palavras da Redação do Jornal Cidade em Foco

Nossos leitores em 151 países do Mundo - Our readers in 119 countries

Redação - dra.rosangelamatos@hotmail.com

Nossos Seguidores no Twitter @DraRosangelaM

Visitantes

Mural de Recados

"este espaço acima é reservado aos internautas, fiquem a vontade, façam bom uso"