notícias do Brasil e do Mundo

DRTV - RADIO ON LINE AO VIVO

Para pedir sua musica no xat ao vivo acesse: DRTV - RADIO ONLINE - Direção e Apresentação: Dj Dirceu e Rosangela Matos - Jornalista MTB 54903/SP
Um oferecimento de Revista Champagne News
Watch live streaming video from revistachampagnenews at livestream.com

Curitiba - Servidor demitido por participar de filme pornô quer indenização de R$ 1 milhão do governo do Paraná


O ex-chefe do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) de Cascavel, no Paraná, entrou com ação na Justiça contra o governo do Paraná, por ter sido demitido sem direito à defesa. Valter Pagliosa pede indenização de R$ 1 milhão. Nomeado em março para o cargo, ele foi exonerado em abril depois que o ex-governador Roberto Requião afirmou pelo twitter que o governo do estado tinha nomeado um "ator pornô" para o cargo.
O governador Beto Richa decidiu demiti-lo. O chefe da Casa Civil do Paraná, Durval Amaral, disse que não constava no currículo de Pagliosa a participação no filme e houve quebra de confiança. Para o governo, ele omitiu a informação.
O ex-chefe do IAP disse que fez curso técnico em gestão ambiental e que o filme " A Outra Metade" não foi o único trabalho como ator. Ele atuou também com peças de teatro.
Pagliosa, que havia dito que não processaria o governo, mudou de ideia porque considerou que o ato do governo compromete profundamente a vida profissional dele. Para os advogados, ele ficou marcado para o resto da vida por ter sido demitido por participar de "filme pornô" e alegam que o filme é "erótico-romântico".
No lançamento do vídeo, cinco anos antes, o filme foi notícia no portal do município. Na página da prefeitura, o produtor executivo classifica o filme como "romance erótico", onde o "nu artístico é o destaque".


CURITIBA - O chefe de uma regional do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) participou de um filme considerado erótico antes de assumir o cargo. A notícia veio à tona agora e ele foi exonerado do cargo.
Valter Pagliosa é o ator principal de "A Outra Metade", uma produção regional feita em Cascavel, Oeste do Estado. No lançamento do vídeo, há cinco anos, o filme foi notícia no portal do município. Na página da prefeitura, o produtor executivo classifica o filme como "romance erótico", onde o "nu artístico é o destaque".
Em fevereiro, o protagonista do filme foi nomeado chefe do escritório regional do IAP em Cascavel. No último domingo, o senador Roberto Requião (PMDB), ex-governador do Estado, criticou a nomeação. Pelo twitter, Requião se referiu ao chefe do IAP em Cascavel como "ator pornô". Depois da polêmica, Pagliosa foi exonerado do cargo.
Cena do filme estrelado pelo servidor público exonerado, Valter Pagliosa - Reprodução TV Globo
O governo analisa o currículo. E no currículo não constava essa questão. Houve quebra de confiança. Ele omitiu essas informações do seu currículo - disse o chefe da Casa Civil do Paraná, Durval Amaral.
O ex-chefe do IAP disse que fez curso técnico em gestão ambiental e que o filme " A Outra Metade" não foi o único trabalho como ator. Ele atuou também com peças de teatro.
- Não vejo problema nenhum. Não me arrependo de nada. Não é um cargo de R$ 1,5 mil que vai mudar a minha vida - diz Valter.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja também

Notícias mais vistas dos últimos 30 dias

SEGUIDORES ILUSTRES

Pensamento do Dia - colaboração do Leitor do Jornal Cidade em Foco Sr Marcos Roberto SP/SP

O que não te destrói, te fortalece.



Por mais que pareçam difíceis seus problemas, use-os como instrumento a seu favor, um dia verás que conseguiu superar e foi vitorioso. Fique firme, não desista, lute e conquiste, estamos torcendo por você.
Palavras da Redação do Jornal Cidade em Foco

Nossos leitores em 151 países do Mundo - Our readers in 119 countries

Redação - dra.rosangelamatos@hotmail.com

Nossos Seguidores no Twitter @DraRosangelaM

Visitantes

Mural de Recados

"este espaço acima é reservado aos internautas, fiquem a vontade, façam bom uso"