notícias do Brasil e do Mundo

DRTV - RADIO ON LINE AO VIVO

Para pedir sua musica no xat ao vivo acesse: DRTV - RADIO ONLINE - Direção e Apresentação: Dj Dirceu e Rosangela Matos - Jornalista MTB 54903/SP
Um oferecimento de Revista Champagne News
Watch live streaming video from revistachampagnenews at livestream.com

França e Reino Unido ameaçam Líbia com zona de exclusão aérea

A França e o Reino Unido disseram nesta quinta-feira ao ditador líbio, Muammar Gaddafi, que se os ataques contra cidadãos de seu país continuarem farão pressão pela imposição de uma zona de exclusão aérea.
O aviso foi emitido após discussões em Paris entre o ministro de Relações Exterior francês, Alain Juppé, e seu colega britânico, William Hague.
Reino Unido e França querem que Gaddafi renuncie e estão trabalhando sobre propostas "ousadas e ambiciosas" a serem apresentadas a uma reunião de líderes da União Europeia, na próxima semana, para discutir a intensificação da pressão sobre a Líbia, disseram os dois ministros a repórteres.
Na segunda-feira (28), Londres e Paris convocaram uma reunião de líderes da UE para discutir a Líbia. A cúpula foi marcada para 11 de março.
O primeiro-ministro britânico, David Cameron, disse que seu país "estuda planos" para a declaração de uma zona de exclusão aérea militar.
O chanceler francês, Juppé, afirmou que essa opção "pode e deve ser considerada", mas apenas se tiver o endosso de uma decisão do Conselho de Segurança da ONU.

IRAQUE
Qualquer envolvimento militar estrangeiro em países árabes é uma questão delicada para países ocidentais devido à invasão liderada pelos EUA, em 2003, que afastou o ex-ditador Saddam Hussein do poder e submeteu o país a anos de violência.
"A França não pensa que, nas circunstâncias atuais, uma intervenção militar ou forças da Otan seriam bem-vindas no sul do Mediterrâneo, podendo ser contraproducente", disse Juppé.
"Isto dito, em vista das ameaças do coronel Gaddafi, precisamos estar em condições de reagir, e é por isso que concordamos com planos de uma zona de exclusão aérea sobre a Líbia", acrescentou.
Autoridades dos EUA dizem que "não excluem nenhuma possibilidade", mas a secretária de Estado, Hillary Clinton, afirmou nesta semana que uma zona de exclusão aérea não constitui uma prioridade imediata.
O secretário da Defesa norte-americano, Robert Gates, destacou o que está implícito na criação de uma zona de exclusão aérea quando disse, ontem, que tal iniciativa "começaria com um ataque à Líbia para destruir as defesas aéreas".

Veja também

Notícias mais vistas dos últimos 30 dias

SEGUIDORES ILUSTRES

Pensamento do Dia - colaboração do Leitor do Jornal Cidade em Foco Sr Marcos Roberto SP/SP

O que não te destrói, te fortalece.



Por mais que pareçam difíceis seus problemas, use-os como instrumento a seu favor, um dia verás que conseguiu superar e foi vitorioso. Fique firme, não desista, lute e conquiste, estamos torcendo por você.
Palavras da Redação do Jornal Cidade em Foco

Nossos leitores em 151 países do Mundo - Our readers in 119 countries

Redação - dra.rosangelamatos@hotmail.com

Nossos Seguidores no Twitter @DraRosangelaM

Visitantes

Mural de Recados

"este espaço acima é reservado aos internautas, fiquem a vontade, façam bom uso"