JORNAL CIDADE EM FOCO AZ: Anvisa suspende implantação de selos para rastear medicamentos

notícias do Brasil e do Mundo

DRTV - RADIO ON LINE AO VIVO

Para pedir sua musica no xat ao vivo acesse: DRTV - RADIO ONLINE - Direção e Apresentação: Dj Dirceu e Rosangela Matos - Jornalista MTB 54903/SP
Um oferecimento de Revista Champagne News
Watch live streaming video from revistachampagnenews at livestream.com

Anvisa suspende implantação de selos para rastear medicamentos


Sistema de rastreabilidade de medicamentos foi criticado pela indústria farmacêutica

AGENCIA 
ESTADO

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) suspendeu a implantação do polêmico sistema de rastreabilidade de remédios no país. A decisão, publicada nesta quinta-feira (3) no Diário Oficial, atende a uma recomendação do governo.

Num claro sinal de derrota, a agência agora vai rever a tecnologia que havia sido escolhida para acompanhar a trajetória do remédio desde a produção até o consumidor: um selo feito pela Casa da Moeda.
Um grupo de trabalho, formado por representantes dos ministérios da Saúde, da Justiça, Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior, terá 60 dias para discutir as alternativas existentes.

A decisão do governo também foi publicada hoje. O Conselho de Ministros da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos recomendou que a Anvisa analisasse as tecnologias disponíveis para "implantação de um sistema de rastreamento que se coadune com objetivos das políticas públicas de acesso a medicamentos".

Em outubro passado, a Anvisa anunciou que o rastreamento seria feito com adoção de um sistema que usaria uma etiqueta produzida pela Casa da Moeda que reuniria duas tecnologias: o código bidimensional e um selo.
O anúncio, no entanto, foi duramente criticado pela indústria. "Somos favoráveis ao rastreamento, mas defendemos o código bidimensional. O uso do selo foi para nós uma surpresa", disse Nelson Mussolini, do Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo.

O presidente executivo da Interfarma (Associação da Indústria Farmacêutica de Pesquisa) afirma que o modelo proposto pela Anvisa custaria cerca de quatro vezes mais do que o uso do código bidimensional.
- Além de mais caro, a logística seria complicada. A Casa da Moeda teria monopólio para produção de cerca de 4 bilhões de selos ao ano.

Mussolini e Brito comemoraram a decisão.  O presidente executivo da Interfarma comemora:
- A Anvisa mostrou-se sensível às argumentações.
Foi uma postura democrática, de quem não se sente dona da verdade. A. Em sua avaliação, a revisão no sistema não deverá prejudicar o cronograma de implantação do sistema de rastreamento.
- Passados os 60 dias, avalio que haverá até mesmo maior rapidez.

O sistema proposto pela Anvisa, com selo da Casa da Moeda, deveria ser implantado de forma escalonada. A Sindusfarma, no entanto, havia ingressado com uma ação contra o sistema. Procurada, a Anvisa não se manifestou sobre o assunto.

fonte: http://noticias.r7.com/saude/noticias/anvisa-suspende-implantacao-de-selo-para-rastrear-remedios-20110303.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja também

Notícias mais vistas dos últimos 30 dias

SEGUIDORES ILUSTRES

Pensamento do Dia - colaboração do Leitor do Jornal Cidade em Foco Sr Marcos Roberto SP/SP

O que não te destrói, te fortalece.



Por mais que pareçam difíceis seus problemas, use-os como instrumento a seu favor, um dia verás que conseguiu superar e foi vitorioso. Fique firme, não desista, lute e conquiste, estamos torcendo por você.
Palavras da Redação do Jornal Cidade em Foco

Nossos leitores em 151 países do Mundo - Our readers in 119 countries

Redação - dra.rosangelamatos@hotmail.com

Nossos Seguidores no Twitter @DraRosangelaM

Visitantes

Mural de Recados

"este espaço acima é reservado aos internautas, fiquem a vontade, façam bom uso"