JORNAL CIDADE EM FOCO AZ: BH - PM prende 4 policiais envolvidos nas mortes no Aglomerado da Serra

notícias do Brasil e do Mundo

DRTV - RADIO ON LINE AO VIVO

Para pedir sua musica no xat ao vivo acesse: DRTV - RADIO ONLINE - Direção e Apresentação: Dj Dirceu e Rosangela Matos - Jornalista MTB 54903/SP
Um oferecimento de Revista Champagne News
Watch live streaming video from revistachampagnenews at livestream.com

BH - PM prende 4 policiais envolvidos nas mortes no Aglomerado da Serra

Eles foram levado para unidades de prisão da PM, em BH.
Um adolescente e um homem morreram no sábado (19).

Do G1 MG
A Polícia Militar (PM) informou na tarde desta quarta-feira (23) que os quatro policiais militares envolvidos na morte de Jéferson Coelho da Silva, de 17 anos, e Renilson Veriano da Silva, de 39, foram presos e levados para unidades de prisão da PM em Belo Horizonte. As prisões foram feitas durante a madrugada desta quarta-feira (23). Eles são suspeitos de matar as vítimas, na madrugada do último sábado (19), no Aglomerado da Serra, Região Centro-Sul de Belo Horizonte.
Segundo a PM, cerca de 20 pessoas estariam vestidas com fardas do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) no sábado, no Aglomerado da Serra e, com a chegada da PM, teria começado um tiroteio. A população do aglomerado contesta a versão policial e disse que não houve troca de tiros, mas sim, que os disparos teriam sido feitos apenas pelos policiais.
De acordo com o corregedor da PM, coronel Herbert Fernandes Souto Silva, a prova da materialidade e os indícios são suficientes para pedir a prisão dos acusados. Silva disse que não poderia detalhar o inquérito porque é sigiloso, mas disse que a Justiça se embasou na garantia da ordem pública e na segurança para aplicar a lei penal e a manutenção da hierarquia militar.
Segundo o corregedor, os policiais alegaram que estavam se deslocando do Aglomerado da Serra e foram surpreendidos com uma troca de tiros. Todos os policiam envolvidos na ocorrência são da Rotam e têm de quatro a 17 anos de corporação. Silva disse, ainda, que o fato é isolado e não dá para generalizar. A taxa de reclamação sobre a atuação do batalhão em 2009 foi de 0,029% das ocorrências atendidas, de acordo com Silva.
Escola
A Escola Municipal Professor Edson Pisani e as Unidades Municipais de Educação (Umeis) Santa Izabel e São João, que ficam no Aglomerado da Serra, na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, foram reabertas nesta quarta-feira (23). Cerca de 500 estudantes de seis a 11 anos matriculados no Ensino Fundamental da escola e outros 200 alunos de até cinco anos matriculados nas duas Umeis voltaram às salas de aula nesta quarta-feira (23), de acordo com informações da Secretaria Municipal de Educação. O fornecimento de luz, que havia sido interrompido por causa de danos na fiação elétrica da escola, foi restabelecido, de acordo com a Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig).
A escola e as Umeis ficaram fechadas durante dois dias, após conflito entre moradores do aglomerado e a Polícia Militar (PM).
Transporte
As cinco linhas de ônibus que atendem à região não circulam no Aglomerado da Serra nesta quarta-feira (23). Segundo informações da Empresa de Transporte e Trânsito da capital (BHTrans), os ônibus SC 102 (Nossa Senhora de Fátima/ Hospital Evangélico), SC 103 (Vila Cafezal/ Rua Pouso Alto) e 107 (Vila Marcola/Rua do Ouro) não rodam.
Ainda de acordo com a empresa, o ônibus 4107 (Alto Caiçara/Serra) teve o ponto final alterado da Praça do Cardoso para o Hospital Evangélico. Já o ponto final da linha 9031 (Nossa Senhora de Fátima/Centro) foi transferido para o Hospital da Baleia.
Entenda o caso
Na madrugada de sábado (19), dois homens foram mortos por policiais no Aglomerado da Serra. Depois disto, moradores atearam fogo em três ônibus coletivos e entraram em conflito com a Polícia Militar (PM).
Segundo a versão da Polícia Militar (PM), militares encontraram cerca de 20 suspeitos com fardas do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) e da PM, durante uma patrulha no bairro Serra. De acordo com a corporação, houve troca de tiros e um policial ficou ferido.
A população defende que as vítimas foram executadas e que não houve troca de tiros. Ainda segundo moradores, os dois homens não tinham ligação com atividades criminosas.
A Polícia Civil investiga o caso e um Inquérito Policial Militar também foi aberto para apurar detalhes do conflito. O Ministério Público Estadual acompanha a investigação do caso.
De acordo com a Companhia Urbanizadora de Belo Horizonte (Urbel), cerca de 50 mil pessoas moram no Aglomerado da Serra – aproximadamente 14,4 mil famílias.

fonte:http://g1.globo.com/minas-gerais/noticia/2011/02/pm-prende-4-policiais-envolvidos-nas-mortes-no-aglomerado-da-serra.html

Veja também

Notícias mais vistas dos últimos 30 dias

SEGUIDORES ILUSTRES

Pensamento do Dia - colaboração do Leitor do Jornal Cidade em Foco Sr Marcos Roberto SP/SP

O que não te destrói, te fortalece.



Por mais que pareçam difíceis seus problemas, use-os como instrumento a seu favor, um dia verás que conseguiu superar e foi vitorioso. Fique firme, não desista, lute e conquiste, estamos torcendo por você.
Palavras da Redação do Jornal Cidade em Foco

Nossos leitores em 151 países do Mundo - Our readers in 119 countries

Redação - dra.rosangelamatos@hotmail.com

Nossos Seguidores no Twitter @DraRosangelaM

Visitantes

Mural de Recados

"este espaço acima é reservado aos internautas, fiquem a vontade, façam bom uso"