notícias do Brasil e do Mundo

DRTV - RADIO ON LINE AO VIVO

Para pedir sua musica no xat ao vivo acesse: DRTV - RADIO ONLINE - Direção e Apresentação: Dj Dirceu e Rosangela Matos - Jornalista MTB 54903/SP
Um oferecimento de Revista Champagne News
Watch live streaming video from revistachampagnenews at livestream.com

Pancadaria! E se Santos e Corinthians fizerem a final?



Santos e Corinthians começam a decidir no próximo domingo o Campeonato Paulista de 2011. E essa final poderia também ter acontecido em 1983, tempo em que a rivalidade entre os dois clubes estava igualmente acirrada e repleta de pancadaria. A revista Placar (edição 706), de dezembro daquele ano, publicou a reportagem abaixo tentando imaginar como seria um confronto entre as equipes. No fim, a “desejada” decisão  não aconteceu, já que o Santos foi eliminado pelo São Paulo na semifinal. Do outro lado, o Corinthians despachou o Palmeiras e, posteriormente, sagrou-se bicampeão em cima do Tricolor.
Foto: Ronaldo Kotsho
Expulso, Ataliba perde o controle e precisa ser contido por Leão, Serginho e Casagrande

É possível que nenhum jogo termine em paz, já há quem aposte. Tudo porque, mais uma vez e em partida que pouco valia, as cenas de violência se repetiram no empate sem gols entre os dois alvinegros de São Paulo.
Parece uma guerra. E nem precisa valer dois pontos. Quando Santos e Corinthians se enfrentam, até a cidade de São Paulo amanhece diferente. Afinal, a recente história desse clássico mostra muita violência – fora e, principalmente, dentro de campo.
Representando no momento talvez as duas maiores forças do Campeonato Paulista, esses dois times podem fazer a finalíssima. E como será?
“Nao acaba nenhum jogo”, aposta Adílson Monteiro Alves, vice-presidente do Corinthians. Seu temor se deve à cena que vira no último domingo, e que ainda não havia saído de sua cabeça. Aos 26 minutos do primeiro tempo, Ataliba e João Paulo se agrediram e foram expulsos. Era a repetição de uma história recheada de acidentes, brigas, expulsões e pancadarias.



Foto: Ronaldo Kotscho
Adílson Monteiro Alves, vice-presidente do Corinthians, tenta segurar o reserva Dido



Em 1978, por exemplo, Clodoaldo deixou o Morumbi expulso e desmaiado, devido à sua tensão nervosa. “Não gosto de perder do Corinthians nem em futebol de praia”, justificiou. Na época, o Santos não conseguia derrotar o velho rival e nascia um novo tabu entre eles.
Quando o tabu terminou, há 40 dias, Clodoaldo voltou a ser expulso, já como diretor de futebol. Nem o frio e calculista Aílton Lira, defendendo em 1979 as cores santistas, escapou. Em nova derrota de seu time para o eterno inimigo, ameaçou agredir o árbitro Roberto Nunes Morgado. “Você devia ter morrido esfaqueado”, amaldiçoou, lembrando um atentado que o juiz sofrera dois meses antes nas ruas de São Paulo.

Fotos: José Pinto | Ricardo Kotscho
Expulso, João Paulo chora (em cima, à esquerda); Dido também expulso (em cima, à direita); embaixo, cena do primeiro turno, com Serginho e Mauro no chão




Ninguém escapa desse clima, nem mesmo os reservas, como Dido, do Santos, que invadiu o gramado, foi expulso também e saiu com a camisa rasgada, no empate de 0 x 0 de domingo. Companheiros da noite e dos carnavais paulistas, Serginho e Mauro chegaram aos socos e pontapés no jogo do último dia 31 de julho.
Até então, o tabu ainda estava em pé, com os santistas jejuando por quase oito anos. Também naquele dia, João Paulo pereu a cabeça. E foi justamente por causa de uma entrada de Ataliba. “Acho que deveríamos tirar a diferença fora de campo”, propôs João Paulo no último domingo.
O saldo é sempre negativo. Nem mesmo jogadores normalmente bem-comportados mostram-se indiferentes. “Esse tal do Ataliba só entra para tumultuar”, reclama Paulo Isidoro. “Se ele quer dar uma de macho, por que não pega o Serginho e encara ele lá fora? Aqui dentro é lugar de jogar bola, se ele não tem futebol, que vá para a arquibancada torcer.”
Leão desculpa o companheiro: “Ele é visado demais. Quem o chuta sabe que está impune.”
Se o tabu já não existe mais, a rivalidade está cada vez mais intensa. Culpa da torcida, que sempre lota o Morumbi, exigindo  empenho, garra e vitória? Medo de perder? Seja como for, quando a campainha do próximo round soar, o título poderá estar em jogo. E começará ali uma outra guerra de consequências, mais uma vez, imprevisíveis.


fonte: http://placar.abril.com.br/estaduais/paulistao/corinthians/materias/pancadaria-e-se-santos-e-corinthians-fizerem-a-final.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Veja também

Notícias mais vistas dos últimos 30 dias

SEGUIDORES ILUSTRES

Pensamento do Dia - colaboração do Leitor do Jornal Cidade em Foco Sr Marcos Roberto SP/SP

O que não te destrói, te fortalece.



Por mais que pareçam difíceis seus problemas, use-os como instrumento a seu favor, um dia verás que conseguiu superar e foi vitorioso. Fique firme, não desista, lute e conquiste, estamos torcendo por você.
Palavras da Redação do Jornal Cidade em Foco

Nossos leitores em 151 países do Mundo - Our readers in 119 countries

Redação - dra.rosangelamatos@hotmail.com

Nossos Seguidores no Twitter @DraRosangelaM

Visitantes

Mural de Recados

"este espaço acima é reservado aos internautas, fiquem a vontade, façam bom uso"